Brasileiros que jogam no Shakhtar Donetsk e no Dynamo de Kiev, dois dos principais clubes de futebol da Ucrânia, pediram ajuda ao governo brasileiro para deixar a Ucrânia após invasão da Rússia nesta quinta-feira (24).

Em vídeo publicado nas redes sociais, 12 atletas do Shakhtar e dois do Dynamo fazem o apelo ao lado de familiares em um hotel da capital ucraniana, onde estão hospedados.

“A gente tá aqui pedindo ajuda pra vocês através desse vídeo devido à falta de combustível que existe na cidade, fronteira fechada, espaço aéreo fechado, não tem como a gente sair. A gente pede muito apoio ao governo do Brasil, que ele possa nos ajudar. E espero que vocês possam nos ajudar promovendo esse vídeo pra que ele possa alcançar o maior número de pessoas possível”, disse Marlon, ex-zagueiro do Fluminense.

No grupo, inclusive, aparecem jogadores que tiveram passagens pela seleção brasileira, como o atacante David Neres e o lateral-esquerdo Ismaily.

Em entrevista à BBC, o embaixador do Brasil em Kiev, Norton Rapesta, afirmou que jogadores brasileiros serão evacuados das regiões da Ucrânia.

"Nós vamos evacuar os brasileiros. Jogadores de futebol. Todo mundo”, disse.

Segundo Rapesta, um vídeo com os detalhes da operação de evacuação foi gravado e encaminhado ao Itamaraty, que deverá divulgar as orientações.