Após não entrarem em quadra para os jogos de quarta-feira (26) como protesto contra mais um caso de racismo da polícia americana, os jogadores da NBA decidiram retomar a disputa do campeonato.

No dia do boicote, alguns atletas chegaram a pedir o fim da competição, mas em nova reunião nesta quinta-feira (27), entraram em um consenso para dar continuidade aos playoffs na bolha da Disney.

Com a decisão, os jogadores querem que a reta final da NBA seja tratada como um manifesto social, que já era o principal objetivo após a primeira parada, com a morte de George Floyd, em maio, quando teve seu pescoço prensado no chão por um policial.

Camisas dos clubes trazem a mensagem "vidas negras importam" | Foto: Mike Ehrmann/AFP

O protesto da vez é por Jacob Blake, que no último fim de semana, levou sete tiros pelas costas da polícia de Kenosha, no estado do Winsconsin.

Blake tentava separar uma briga entre mulheres, estava desarmado e perto dos filhos. Ele está internado e perdeu o movimento das pernas segundo familiares.

A NBA vai refazer a programação dos playoffs. Nesta quinta, não haverá jogos e a tendência é que o torneio seja reiniciado na sexta-feira (28) ou sábado (29).

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul