Jogador do Fortaleza tem crises de pânico após atentado e é liberado para tratamento

Foto: Divulgação/Fortaleza

Por: Lucas Pavin

28/02/2024 - 18:02 - Atualizada em: 28/02/2024 - 18:58

Atacante do Fortaleza, Thiago Galhardo foi liberado pela diretoria para cuidar da saúde mental após o ônibus do time ser alvo de atentado por torcedores do Sport na última semana.

O jogador se pronunciou nas redes sociais e falou que vem tendo crises de pânico desde o episódio.

“Hoje me encontro de uma maneira interna na qual nunca me vi antes. Não importa aqui especificar o diagnóstico que o médico colocou no meu atestado, mas o fato é que estou angustiado, me sentindo profundamente abalado e com momentos de crises de pânico que não desejo para ninguém! Quem sente ou já sentiu isso vai entender bem do que estou falando”, disse.

O atleta está sendo acompanhado pelo departamento médico do Tricolor do Pici e deve voltar aos treinos em uma semana.

“Quero agradecer demais o carinho e humanidade dos líderes desse grande clube ao qual tenho orgulho de ser funcionário. Compreenderam a minha situação e mesmo antes do diagnóstico médico me deram um tempo para que eu iniciasse imediatamente meu tratamento. Conforme o aconselhado pelos médicos, ficarei uma semana afastado para tratar essas feridas, mas já a partir da próxima segunda estarei retornando ao Laion, com certeza já mais fortalecido e sabendo lidar melhor com os fatos”, declarou Galhardo.

O ônibus do time cearense foi atacado com pedras e uma bomba, que deixaram seis jogadores feridos: João Ricardo, Escobar, Titi, Brítez, Lucas Sasha e Dudu.