Diogo Bueno Pedroso, de 26 anos, foi morto ao levar um tiro na cabeça após um jogo de futsal na cidade de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

O crime ocorreu logo depois de uma briga generalizada em um ginásio n0 bairro Pio X, quando um homem sacou uma arma do lado de fora do local e disparou em direção a quadra.

O tiro atingiu Diogo, que teria tentado fechar a porta para evitar uma confusão ainda maior. Ele chegou a ser atendido, mas não resistiu ao ferimento e morreu no hospital.

O jogador defendia a equipe do Trovão Verde Futsal, que prestou uma homenagem ao atleta nas redes sociais e confirmou sua retirada de todos os campeonatos em 2022.