O torcedor joinvilense nem teve tempo de sentir saudades e o time de Vander Iacovino já fez novamente a bola rolar. Depois de derrotar o Joaçaba no meio-oeste, o Tricolor voltou à quadra na noite desta quarta-feira (18), desta vez diante de sua torcida. Em um jogo bastante disputado, o JEC/Krona derrotou o Foz Cataratas por 2 a 0. O jogo relembrou a semifinal da Liga Futsal do ano passado, quando o Tricolor passou pelo time paranaense para conquistar o título até então inédito. O jogo começou com o clima de rivalidade construído na edição passada da Liga e o Foz chegou mostrando que queria dar o troco no Joinville. Logo no primeiro minuto de bola rolando, Willian, que tem se destacado com grandes defesas em todos os jogos, foi acionado para evitar o gol do adversário. Aos cinco minutos, Leco, que completou 400 jogos com a camisa do Joinville, perdeu uma boa oportunidade de abrir o placar. Thiaguinho, em seguida, carimbou a trave do Foz. As chances apareciam para as duas equipes, mas foi Leandro Caires que não deixou ela escapar. Em bela jogada individual, ele driblou o marcador e tocou por cima do goleiro para abrir o placar no Centreventos. O jogo continuou pegado e o JEC/Krona chegou a estourar o limite de faltas no final da primeira etapa. No segundo tempo, a torcida ainda se arrumava nas cadeiras quando Bruno roubou a bola e foi trocando passes com Genaro até a pequena área. Já na cara do gol, Bruno só tocou para o fundo das redes para ampliar o placar para o Tricolor. O time paranaense até tentou utilizar o goleiro-linha, mas a tática deu errado e quase provocou o terceiro do Joinville. Leandro Caires chutou em cima do jogador paranaense que podia defender com as mãos. Com o Foz tentando diminuir e o Joinville aplicado na marcação, o jogo terminou com a vitória Tricolor. Com o resultado o Joinville chega aos 10 pontos e divide a liderança com Magnus e Carlos Barbosa, todos com a mesma quantidade de pontos. O time de Sorocaba leva vantagem apenas no critério de desempate. Agora, o Joinville viaja ao Rio Grande do Sul para a disputa da Copa Libertadores e volta a jogar pela Liga em maio.