Joinville segue na lanterna com apenas uma vitória em seis partidas | Foto: Beto Lima/JEC

Joinville segue na lanterna com apenas uma vitória em seis partidas | Foto: Beto Lima/JEC

“Mais uma vez a gente vai sair envergonhado daqui. É inexplicável os gols que a gente toma e como não conseguimos chegar ali na frente. É vergonhoso, a gente sabe, mas temos que continuar tentando”. Foi assim que o atacante Rafael Grampola definiu a partida deste domingo (20) do JEC, que viajou ao interior de São Paulo e foi goleado por 3 a 0 pelo Botafogo. O resultado afunda o Tricolor na lanterna da série C, com apenas três pontos. Esta é a quinta derrota consecutiva do Joinville que estreou o comando do técnico Márcio Fernandes.

Um primeiro tempo completamente dominado pelo Botafogo. A primeira etapa poderia ser resumida assim, porque o JEC sequer ameaçou a meta do goleiro João Lucas que não teve qualquer trabalho nos primeiros 46 minutos de partida.

O primeiro gol saiu aos oito minutos de bola rolando em falha da defesa do Joinville. Em jogada de contra-ataque, a bola foi lançada para Felipe Augusto nas costas dos zagueiros Emerson Silva e Bruno Aguiar que não conseguiram tirar a bola e deixaram o camisa 7 cara a cara com o goleiro Emerson. Felipe Augusto não perdeu a chance, tocou para a rede e saiu para comemorar com a torcida.

O Joinville teve boa chance aos 20 minutos, em cobrança de falta com Jonas, que desperdiçou carimbando a barreira. Aos 24 minutos, Pimentinha teve a chance de ampliar para o time da casa. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou na pequena área, mas o atacante isolou por cima da meta de Emerson.

O Botafogo jogava com facilidade, dominando a partida e apostando nos contra-ataques como arma para ampliar o placar. Já o Joinville não conseguia criar e, mais uma vez, jogava com ligações diretas sem colocar a bola no chão e trabalhar as jogadas. Restava a Grampola voltar e tentar buscar a bola. Sem sucesso.

Aos 27 minutos, o Joinville chegou pela esquerda, mas a zaga do Botafogo afastou sem dificuldade, a bola ainda sobrou para o Tricolor que tentou, desta vez pela direita, mas não conseguia furar a defesa dos donos da casa.

O castigo veio aos 37 minutos, quando em mais uma falha na zaga tricolor, a bola sobrou para Jhemy, que encontrou Felipe Augusto livre no meio da área. Mais uma vez cara a cara com o goleiro Emerson, o atacante do Botafogo não desperdiçou a chance de marcar o segundo e balançou a rede do JEC.

O erro na saída de bola de Alex Ruan custou caro ao Joinville que saiu do primeiro tempo sendo derrotado por 2 a 0.

O segundo tempo parecia uma repetição da primeira etapa. Com o Tricolor completamente dominado pelos donos da casa, o Botafogo chegava com facilidade à meta do Joinville.

Eduardo fez boa jogada pelo lado esquerdo, cruzou na área e após leve desvio na zaga, a bola sobrou para Jonas, que chutou para fora.

O terceiro gol do Botafogo era questão de tempo e, aos 14 minutos, Jhemy ampliou o placar após lambança do goleiro Emerson. Em jogada sem perigo na linha de fundo, Peri passou por Jonas e chutou cruzado na área, o goleiro tricolor se enrolou com a bola e Jhemy aproveitou para balançar a rede.

Para piorar a situação, aos 21 minutos o volante Pierre recebeu o segundo amarelo e foi expulso. A partir daí, assim como em toda a partida, o Botafogo dominou o Joinville, que não conseguia criar e sequer chegar ao gol de João Lucas.

O Botafogo ainda teve a chance de ampliar a partida aos 41, mas Pimentinha desperdiçou de frente para o goleiro Emerson.

O JEC volta à campo no próximo domingo (27), quando recebe o Tupi, às 16h, na Arena Joinville.