Na reedição da última final da Liga Nacional de Futsal, deu JEC mais uma vez. O Tricolor viajou ao Rio Grande do Sul disposto a manter a invencibilidade e a liderança, e assim o fez, vencendo a Assoeva de virada por 3 a 1. Com gols de Gabriel Penezio, Bruno e Leandro Caires, o time de Vander Iacovino mantém a liderança mesmo com um jogo a menos.

Para a Assoeva só a vitória interessava e, em casa, o time garantiu um bom primeiro tempo. Sem dar tempo sequer de a torcida se acomodar no Ginásio do Chimarrão, Caio Junior tratou de abrir o placar logo no primeiro minuto de jogo. Encoberto por dois jogadores, Willian não teve chance de chegar no belo chute de fora da área.

Aos três minutos, Leco teve boa chance de empatar a partida em bom chute que tinha o canto da meta de André Deko como destino, mas o goleiro fez boa defesa com o pé. Apesar de estar atrás no placar, o time de Vander Iacovino demonstrou muita tranquilidade e passou a adiantar a marcação, mas a Assoeva também tinha tranquilidade para trabalhar a bola e impedir as investidas tricolores.

As melhores chances da primeira etapa ficaram por conta de Dimas, que carimbou a trave de Willian em belo chute após cobrança de escanteio. Foi dele a outra chance de gol dos donos da casa, mas Willian impediu o segundo gol.

O Joinville tentava chegar, mas a Assoeva caprichou no posicionamento defensivo. Eka tentou por cobertura após saída do goleiro André Deko, mas a bola saiu por cima.

A Assoeva voltou a levar perigo ao gol de Willian com o autor do gol. Após cobrança de falta ensaiada, Caio Junior caprichou no chute, mas finalizou para fora, restando dois minutos no cronômetro.

Dimas, destaque do primeiro tempo, teve a chance de marcar quando, com menos de um minuto restando para o intervalo, ficou cara a cara com Willian, mas se enrolou com a bola, desperdiçando a oportunidade de ampliar o placar.

No segundo tempo, o JEC voltou melhor e, apesar de dar boas chances para a Assoeva nos primeiros minutos, conseguiu dominar o jogo.

Após chances de Thiaguinho e Eka, aos oito minutos o gol de empate saiu dos pés de Gabriel Penezio. Após cobrança de falta espalmada para o meio da área pelo goleiro André Deko, Gabriel não perdeu a chance e empurrou para a rede, empatando a partida.

O Tricolor melhorou depois do empate e as chances não tão claras do primeiro tempo começaram a fluir naturalmente, até que aos 12 minutos, veio a virada.

Thiaguinho deu belo passe na direita para Eka, que recebeu, virou em bela jogada de pivô e bateu para o meio da área, encontrando Bruno na segunda trave. Ele só teve o trabalho de empurrar para o gol e comemorar a virada.

Com o JEC superior na partida e no placar, restando pouco mais de dois minutos de jogo, Fernando Malafaia apostou no goleiro-linha e teve boa chance para empatar. Em chute cruzado, a bola passou por todo mundo na área e saiu pela linha de fundo.

O Tricolor ainda teve tempo de ampliar com apenas dois segundos para o cronômetro zerar. Após boa defesa de Willian que afastou a bola para a quadra de ataque, Leandro Caires aproveitou o gol vazio, ganhou na corrida e tocou para decretar a vitória do JEC.

Com a derrota, a Assoeva segue na vice lanterna, à frente apenas do Shouse. Já o Joinville mantém a liderança com 19 pontos e um jogo a menos do que os adversários diretos pela ponta da tabela. O Tricolor volta à quadra pela Liga na sexta-feira (25), quando recebe o Atlântico, às 20h15, no Centreventos Cau Hansen.