Bruninho é o artilheiro do JEC/Krona na temporada | Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

Bruninho é o artilheiro do JEC/Krona na temporada | Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

Um jogo disputadíssimo, com muita rivalidade e provocação. O jogo entre a melhor defesa e o melhor ataque da Liga Futsal não poderia ser diferente, mas o Joinville conseguiu manter a invencibilidade derrotando o Atlântico por 5 a 3, depois de um primeiro tempo muito equilibrado. Com gols de Bruninho, Leandro Caires e Leco, o Tricolor mantém a liderança da LNF.

Quer receber as notícias no WhatsApp? Clique aqui

O primeiro tempo mostrou porque as duas equipes dividiam a liderança e tinham, do lado Tricolor, a melhor defesa e o lado gaúcho, o melhor ataque. Durante os 20 minutos iniciais, a partida foi muito disputada e Willian brilhou com defesas difíceis que garantiram o empate parcial.

Com uma defesa muito bem posicionada e um Joinville errando bastante na troca de passes, o Atlântico levava perigo ao gol Tricolor, como aos seis minutos, quando Keké ficou sozinho de frente para o goleiro joinvilense, que fez boa defesa. Além de Keké, Cabreuva, conhecido da torcida, desperdiçou boas oportunidades.

Pelo lado do Joinville, Gabriel fez bela jogada aos 13 minutos e tocou na lateral para Thiaguinho que finalizou com um chute cruzado em boa oportunidade.

Mas a rede só balançou aos 17 minutos, quando em cobrança de falta ensaiada, o artilheiro tricolor na temporada marcou seu décimo gol. Eka rolou para Bruninho que chutou rasteiro, de canhota, para abrir o placar para o JEC.

Dois minutos depois, pênalti para o Atlântico. Eka recuou mal e Willian se viu obrigado a cometer falta em Nenê que tentava dominar. Na cobrança, Keké empatou para o time gaúcho.

Os dois times ainda tiveram chances de balançar a rede mais uma vez, mas a primeira etapa terminou empatada.

Na volta dos vestiários, Joinville usou e abusou do mando de campo e da força da torcida., conseguindo imprimir ainda mais intensidade à partida. E não demorou para marcar. Aos cinco minutos, Leandro Caires encheu o pé para colocar o Tricolor mais uma vez em vantagem.

A torcida não teve muito tempo para comemorar e aos oito minutos, Café, outro velho conhecido da torcida e alvo das principais provocações, empatou mais uma vez após a bola sobrar no meio da área. Sem marcação, ele só teve o trabalho de empurrar para o gol.

Mas o JEC sabia que podia contar com a força de sua casa e, aos 16 minutos, depois de ter desperdiçado uma chance na jogada anterior, Leco não deu chance para Careca. O fixo recebeu belo passe de Leandro Caires e marcou para o Joinville.

Dois minutos depois, aos 18, foi a vez de Leandro Caires, mais uma vez. Da quadra de defesa ele chutou por cobertura, ampliando o placar. Aos 19, Café, mais uma vez, diminuiu após tabela com Keké.

Tentando o tudo ou nada, o Atlântico apostou no goleiro-linha, mas a tática falhou e, com oito minutos no cronômetro, Leco roubou a bola após dividir com Nenê e decretou a vitória Tricolor.

Com o resultado, o Joinville se mantém na liderança da Liga Nacional de Futsal com 22 pontos e não sabe o que é perder no campeonato.

O JEC volta à quadra na próxima sexta-feira (1), quando recebe o São José, às 20h15, no Centreventos Cau Hansen.