Jogando fora de casa e buscando a reabilitação depois da derrota sofrida em São Paulo, o JEC/Krona não foi capaz de segurar o Pato, que jogava diante de sua torcida e sofreu a segunda derrota consecutiva. Segunda derrota e segunda goleada, 6 a 2 para o Pato que com o resultado, assumiu a quarta colocação, deixando o Tricolor na terceira posição da Liga Nacional de Futsal.

A primeira etapa foi marcada pelo equilíbrio, apesar da vantagem do time da casa. Com forte marcação e poucas chances de gol, o Pato aproveitou as oportunidades para balançar a rede de Willian e ir ao vestiário à frente do placar.

Apesar de apostar em uma marcação apertada, o JEC cedeu algumas boas bolas ao time paranaense que chegou com perigo em chutes de Alemão e Batalha, dando trabalho ao goleiro Willian.

O primeiro do Pato saiu aos 15, em belo gol de Danilo Baron. Rodriguinho cobrou escanteio pela ala direita e, de primeira, o ala chutou rasteiro no canto direito de Willian.

Aos 17 minutos, o time da casa estourou o limite de faltas, mas se mostrou bastante disciplinado e concentrado, evitando conceder o tiro livre ao Tricolor.

Aos 19, boa chance para o Joinville com Leandro Caires, que recebeu na ala esquerda, carregou pelo meio e bateu. Caprichosamente, a bola bateu no rodapé da trave direita de Djony.

Restando apenas alguns segundos no cronômetro, Danilo Baron lançou Thiago Gouvea, Bruninho Iacovino errou o corte e o pivô saiu cara a cara com o goleiro Willian. Thiago deslocou o goleiro tricolor e tocou para ampliar o placar antes do intervalo.

Se o equilíbrio prevaleceu na primeira etapa, na segunda o que se viu foi um JEC/Krona completamente perdido na marcação. O Pato não bobeou e aproveitou as chances para golear o Tricolor.

Logo no primeiro minuto, Danilo Baron perdeu a chance de ampliar o placar. Em contra-ataque, o jogador paranaense ficou cara a cara com Willian, mas bateu pra fora.

Em seguida, foi a vez do Joinville marcar. Thiaguinho tocou para Leco pela ala direita. O fixo tirou Danilo Baron da jogada e bateu forte no canto direito, sem chance para Djony.

O Pato não sentiu o gol adversário e, aos 4 minutos ampliou o placar. Alemão ganhou dividida com Bruninho Iacovino e lançou Dudu pela ala esquerda. O fixo deu um ganchinho na saída de Willian e saiu para comemorar o terceiro dos donos da casa.

A intensidade do Pato continuou e Neguinho ampliou aos 7 minutos. O jogador paranaense recebeu ainda na quadra de defesa, carregou e bateu no canto esquerdo de Willian para ampliar a vantagem.

No minuto seguinte, o quinto gol em grande jogada de Rodriguinho que desarmou a defesa tricolor. Alemão recebeu e bateu forte, balançando a rede de Willian.

A tentativa de Vander Iacovino de mudar a trajetória da partida foi utilizar o goleiro linha e Leandro Caires assumiu a função a partir dos 13 minutos. Mas quem marcou foi o Pato, aos 16 minutos. Após erro de passe de Eka, Rodriguinho não desperdiçou e marcou o sexto.

O JEC ainda diminuiu com Thiaguinho, mas não foi suficiente e o apito final sacramentou a goleada e a segunda derrota consecutiva do time. Com o resultado, o Tricolor cai para a terceira colocação com os mesmos 28 pontos do Atlântico, que fica com a segunda posição graças aos critérios de desempate. O Carlos Barbosa segue na liderança com 31 pontos.

Os próximos compromissos do JEC serão em Erechim, no Rio Grande do Sul, onde ocorre a Taça Brasil de Futsal de 5 a 12 de agosto. Atual campeão da competição, o time de Vander Iacovino estreia no próximo domingo (5), às 16h15, quando enfrenta, novamente, o Pato Futsal. No grupo do Tricolor estão ainda as equipes do Minas, Horizonte e Atlântico, além do adversário da primeira rodada.

Pela Liga Nacional, o JEC volta à quadra no dia 19 de agosto, quando viaja para enfrentar o Minas, em Belo Horizonte.

 

-

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?