O Centreventos estava lotado e com as luzes apagadas e os torcedores trataram de colocar fogo na entrada do time que enfrentaria o Corinthians minutos depois. Apesar da bonita festa na recepção e durante os 40 minutos, a torcida tricolor não recebeu uma vitória de presente na noite desta quinta-feira (4). O primeiro jogo da grande decisão da Copa do Brasil foi do Timão.

O Alvinegro goleou o Tricolor por 4 a 1 e tem a vantagem do empate na partida decisiva, na próxima quinta-feira (11), em São Paulo. O gol do JEC foi marcado por Thiaguinho, o artilheiro da equipe na competição. Os corintianos Daniel (2), Murilo e Nenê garantiram a vitória dos paulistas.

Com a casa lotada e os ânimos quentes na arquibancada, em quadra o equilíbrio predominou na primeira etapa, mas as melhores chances ficaram com os corintianos. Logo aos três minutos, Henrique assustou a torcida tricolor com cobrança de falta perigosa que raspou na trave de Willian.

Com uma marcação eficiente, o Corinthians protegia o goleiro Obina e impedia as conhecidas boas jogadas do Joinville. Já o Corinthians aproveitava as falhas do JEC e mais uma vez Henrique teve boa chance ao ficar cara a cara com Willian. O goleiro tricolor operou um verdadeiro milagre e fechou a porta para o corintiano. A resposta veio com Leandro Caires que recebeu de Ewerton e bateu cruzado, mas o placar seguiu fechado.

Se faltou emoção e rede balançando na primeira etapa, quando a bola rolou no segundo tempo, a história mudaria. Aos nove minutos, finalmente a bola cruzou a linha, mas foi para o Corinthians. Daniel recebeu bom passe de Wilde na ala-direita e bateu cruzado, abrindo o placar para a festa da torcida alvinegra.

Os mais de 2,5 mil torcedores tricolores que lotaram o Centreventos empurraram o Tricolor e, aos 12 minutos, Thiaguinho puxou o contra-ataque e tocou para Leco. O fixo devolveu e viu Thiaguinho bater forte para igualar o placar.

O Joinville até ensaiou uma reação com a pressão da torcida, mas a boa marcação corintiana freou o ímpeto tricolor. Aos 17, após cobrança de falta, Murilo bateu alto e forte no canto esquerdo de Willian para ampliar para o Timão.

Buscando a reação, o JEC lançou Thiaguinho como goleiro linha, mas a tática deu errado e quem marcou foi o Corinthians. Duas vezes. No primeiro, Nenê bateu da quadra de defesa e viu a bola balançar a rede com o gol vazio. Daniel fechou o placar também tocando para a meta sem goleiro.

O resultado complica a vida do Joinville e deixa o Corinthians em posição confortável. Ao Tricolor só resta vencer no tempo normal na próxima quinta-feira (11), em São Paulo, para forçar a prorrogação. Em caso de vitória e empate no tempo extra, a disputa segue para os pênaltis. Já o Corinthians só precisa de um empate para levantar a taça.

--

Quer receber as notícias no WhatsApp?