Quem esperava pouca movimentação na Arena Joinville neste domingo (20) teve que encarar uma fila gigante minutos antes de a bola rolar para JEC e Avaí. As bilheterias estavam abarrotadas e muitos torcedores ainda estavam do lado de fora quando o apito soou do lado de dentro do estádio.

E no primeiro clássico do ano, as duas equipes, rivais históricas, fizeram um jogo bastante disputado, porém, sem grandes chances de gol e quando o jogo terminou, o placar apontava o equilíbrio da partida: 1 a 1.

O Tricolor estava organizado em campo, apesar das ausências de jogadores titulares no meio e na lateral direita, mas justamente devido aos desfalques, o Joinville não conseguia criar no meio, mesmo problema do Avaí, que só levava perigo a Jefferson em bolas paradas. O JEC abriu o placar aos 28 minutos, após cobrança de escanteio. A defesa avaiana afastou mal e a bola sobrou nos pés de Nathan. A bola ainda desviou em Igor antes de balançar a rede.

Apesar do apoio do torcedor joinvilense, a equipe da casa seguiu com o problema de criação e o castigo veio aos 41, quando a zaga tricolor errou no corte na área e João Paulo não desperdiçou a chance e igualou o placar.

No segundo tempo, apesar de o Avaí ter voltado melhor, o técnico Zé Teodoro mexeu na equipe e conseguiu equilibrar a partida. Joinville e Avaí chegaram a marcar o segundo gol, mas nos dois lances, a arbitragem já havia sinalizado irregularidades.

O resultado deixa o Joinville na sexta posição do Catarinense, com dois pontos. O Tricolor volta a campo na próxima quarta-feira (23), quando viaja até Blumenau para enfrentar o Metropolitano às 19h, que hoje ocupa a penúltima colocação do campeonato.

--

Quer receber as notícias no WhatsApp?