JEC cede empate, perde nos pênaltis e é eliminado pelo Vila Nova da Copa do Brasil

JEC cede empate, perde nos pênaltis e é eliminado pelo Vila Nova da Copa do Brasil JEC cede empate, perde nos pênaltis e é eliminado pelo Vila Nova da Copa do Brasil

Esporte

Por: Lucas Pavin

sexta-feira, 10:22 - 23/02/2018

Lucas Pavin

O Joinville esteve muito próximo de avançar à terceira fase da Copa do Brasil. Na noite de quinta-feira (22), o tricolor conseguiu abrir dois gols de vantagem no segundo tempo sobre o Vila Nova, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), mas o time da casa reagiu ainda na etapa final e arrancou o empate em 2 a 2. Nas penalidades, o Vila converteu as quatro cobranças, enquanto Lazio e Gustavo erraram para o JEC, que acabou perdendo por 4 a 2 e se despediu da competição.

O zagueiro Evaldo e o atacante Grampola marcaram os gols do Joinville no tempo normal, aos 6 e 25 minutos, respectivamente. Keké, aos 29, e Ramon, aos 41, empataram para o Vila Nova. Além da eliminação, o time joinvilense deixou de embolsar R$ 1,4 milhão de premiação da CBF. “Uma derrota assim nos pênaltis alguns torcedores não vão entender, mas demos a vida, não deixamos de nos doar. É futebol, parabéns ao Vila Nova, não jogamos mal, mérito deles”, disse o meia Madson após o fim da partida.

Agora, o JEC volta todas as atenções para o Campeonato Catarinense, o qual é quarto colocado com 13 pontos. Neste domingo (25), a equipe comandada pelo técnico Rogério Zimmermann visita o Brusque, às 16h, no Estádio Augusto Bauer. Já o Vila Nova pega o Ferroviário, do Ceará, na próxima fase da Copa do Brasil. O primeiro confronto acontece na próxima quarta-feira (28), em Fortaleza, e a volta será no dia 15 de março, no Serra Dourada.

Ficha técnica: Vila Nova (4) 2 x 2 (2) Joinville

Vila Nova: Mateus Pasinato, Maguinho, Bruno Prado  (Gastón Filgueira), Diego Giaretta, Léo  Rodrigues, Geovane, Heitor, Mateus Anderson (Vinícius Leite), Dudu (Keké), Reis e Ramon. Técnico: Hemerson Maria

Joinville: Matheus, Dick, Evaldo, Bruno Aguiar  (Lazio), Alex Ruan (Gustavo), Michel Schmöller, Eduardo Person, Elias (Hélder), Murilo Rangel, Madson e Rafael Grampola. Técnico: Rogério Zimmermann

Gols: Evaldo (JOI), aos 6’’ e Rafael Grampola (JOI), aos 25’’. Keké (VIL), aos 29’’ e Ramon (VIL), aos 41’’.

Arbitragem: Marielson Alves Silva (BA), auxiliado por Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Paulo de Tarso Bregalda Gussen (BA).

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO).

 
×