Quase um mês depois de se lesionar, Daniel foi submetido a cirurgia em Jaraguá do Sul. O pivô, que rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito, foi operado na manhã de quinta-feira (3), pelo médico do Jaraguá Futsal, Dr. Darian Boccaccio. O jogador recebeu alta do Hospital São José na mesma noite e já retomou os trabalhos de fisioterapia nesta sexta-feira (4), com o fisioterapeuta do clube, Wilson Gomes Junior. De acordo com o médico Darian, o procedimento cirúrgico para a reconstrução do ligamento foi ‘dentro do esperado’, sem indicação de outras lesões. “A cirurgia durou cerca de 45 minutos e foi tudo tranquilo. Logo após o procedimento cirúrgico, ele foi colocado no CPM, que é um aparelho de movimentação passiva continuada, onde começou precocemente uma fisioterapia dentro da sala de recuperação” explicou Boccaccio. Nos próximos três meses, Daniel fará a fisioterapia com Wilson Junior, associando trabalhos de academia e reforço muscular após esse período. A princípio, o prazo de recuperação do pivô é de seis a oito meses, podendo voltar a atuar no último trimestre desta temporada.
"Nossos primeiros objetivos são manter a ADM (Amplitude de movimento) de extensão e fazer o controle do processo inflamatório. Vagarosamente vamos evoluindo para manutenção de força e ganho muscular, introduzindo os trabalhos de academia e propriocepção. Temos um prazo de seis a oito meses, mas ele (Daniel) só será liberado após passar em todos os testes de retorno esportivo", disse o fisioterapeuta Junior.