O ano de 2016 não poderia começar melhor para o xadrez jaraguaense. Desde o último sábado (16), cinco atletas do Clube de Xadrez Jaraguá/FME estão em Florianópolis para a disputa do 2º Floripa Chess Open, uma competição que reúne até amanhã um total de 298 enxadristas oriundos de 11 países. Mesmo enfrentando concorrentes de nível técnico elevado, os representantes de Jaraguá do Sul fizeram bonito na categoria Blitz, finalizada na noite desta terça-feira (19). Dos cinco relacionados, quatro deles foram para a mesa almejando um lugar no pódio com outros 60 jogadores, disputando 11 rodadas consecutivas. Com apenas 15 anos, André Jordí Volkmann não se intimidou diante de alguns grandes nomes da modalidade e se tornou o grande destaque da equipe ao ser campeão do Rating 1800 com uma performance de 2117, resultando em um ganho de 103 pontos para o Ranking Internacional (FIDE) e um 11º lugar geral no Blitz. Outra medalha de ouro ficou com Gustavo Doge, de 14 anos, no Rating 1600, no qual atingiu cinco pontos em 11 possíveis, ganhando 55,6 pontos no Fide. A treinadora e atleta Karina Daniela Kanzler Ferreira também obteve um resultado expressivo no geral feminino ao garantir a medalha de prata através de cinco pontos conquistados dos 11 possíveis. “Foram resultados excelentes. No Blitz eles surpreenderam e foram acima da expectativa, principalmente pelo alto nível do campeonato. Isso dá um ânimo ainda maior para os atletas daqui pra frente”, disse Karina. Agora, os jaraguaenses focam as atenções para a categoria Pensado, que começou na noite de ontem e finaliza o Floripa Chess Open. No total, serão dez rodadas de 1h30 para cada jogador e com 30 segundos de acréscimo. Os cinco componentes da equipe de Jaraguá estarão na disputa. “É um torneio importante para eles adquirem experiência e dar um gás para o restante do ano. Eles se espelham muito em atletas que estão aqui [Florianópolis] e agora vão buscar mais medalhas no Pensado. Vai ser difícil, mas eles têm chances”, finalizou Karina.