Vice-campeão nacional e único catarinense no Mundial de muay thai, campeão brasileiro de kickboxing e treinos com ídolos no mundo da luta. Não dá para negar que o 2018 de Leandro da Veiga vem sendo especial.

Mas faltava a cereja do bolo, que acabou surgindo nesta semana. Em franca ascensão na carreira, o jaraguaense foi chamado para participar da edição de número 49 do WGP, o maior evento de kickboxing da América Latina.

Foto: Eduardo Montecino/OCP News

Com transmissão dos canais Combate e Fox Sports, a nova etapa do campeonato será realizada no dia 29 de setembro, em Guarapuava (PR), marcando o início da caminhada de Leandro no kickboxing profissional.

Um convite muito aguardado pelo lutador, que confessou que ainda não ‘caiu a ficha’ sobre a realização de um dos seus maiores sonhos no esporte.

“Quando soube passou um filme na minha cabeça por todas as dificuldades que enfrentei para chegar até aqui. Demorou uns dias para acreditar e acho que só vai cair a ficha totalmente quando colocar meus pés dentro do ringue”, disse.

Foto: Eduardo Montecino/OCP News

O adversário deve ser definido na próxima semana, mas é certo que o jaraguaense de 23 anos fará apenas uma luta, na qual estreia na categoria até 64kg – peso leve.

“Tenho que treinar pesado para baixar o peso. Desci de categoria para ter a vantagem de envergadura e acelerar o processo em busca do cinturão”, destacou Leandro, que hoje está com 74kg.

Foto: Eduardo Montecino/OCP News

Mas a perda de peso e a caça pelo cinturão não serão os únicos objetivos do representante de Jaraguá do Sul no WGP. Com as lutas televisionadas, ele quer começar a se consolidar como um dos maiores nomes da luta no país, quiça internacional.

“Venho trabalhando desde o ano passado e estava esperando muito por esse evento. Eu miro grandes coisas e o WGP tem uma visibilidade muito grande, então acredito que vão se abrir muitas portas para mim até fora do país”, disse. “Uma vitória me consolida dentro do evento. Ganhando bem vou continuar nos maiores eventos de luta em pé do mundo e isso me motiva ainda mais”, completou.

Ano de ouro

Os grandes feitos de Leandro da Veiga na temporada parecem estar só começando. Após as conquistas pessoais no primeiro semestre, o lutador da World Strong espera garantir outros resultados expressivos até dezembro.

Além da vitória no WGP, o jaraguaense buscará o cinturão de muay thai profissional, no Suriname, no fim de outubro.

Foto: Eduardo Montecino/OCP News

Com isso, ele concentrou todos os seus esforços para o evento pós-WGP, tendo que desistir do Pan-Americano de kickboxing, no mesmo mês, no México, até por questões financeiras.

“Sempre começo o ano projetando coisas boas, mas esse 2018 está muito além das minhas expectativas. Estou muito feliz por tudo que vem acontecendo e espero trazer novos cinturões para Jaraguá do Sul”, afirmou.

Busca por patrocinadores

Apesar da temporada de destaque nas lutas, Leandro segue sem patrocinador fixo. Segundo ele, o apoio de parceiros é fundamental para as mais diversas despesas em campeonatos.

Porém, com a carreira tomando um rumo profissional, o lutador destaca que um recurso garantido passa a ser essencial para o futuro próximo.

“Estou melhorando cada vez mais minha parte de marketing, mas ainda não consegui nenhum patrocinador. Esses parceiros sempre me dão suporte com transporte, alimentação e outras despesas, mas nessa nova etapa precisava de um valor fixo para me programar melhor”, destacou.

Para ajudar o jaraguaense, basta entrar em contato no telefone (47) 99909-1021 ou através das fanpages no facebook do próprio atleta.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?