Quando o assunto é o karatê-dô de Jaraguá do Sul, logo um nome vem à tona como referência: Arnoldo Formigari Filho. Não é para menos. Quando o esporte ficou praticamente sem atividades há quase quatro décadas, foi ele quem assumiu o papel de manter a modalidade ativa no município. Hoje aos 58 anos, sendo 35 dedicados ao esporte, o Sensei recebeu uma das maiores recompensas por toda dedicação e ensinamentos adquiridos durante este período ao receber o certificado de 7º Dan, conhecida como a faixa coral. Assim, confirmou a graduação de SHIHAN, que é composta por duas partes: SHI, que significa “professor”, “mestre”, ou “pessoa de caráter exemplar, e HAN, que significa “bom exemplo”. Ou seja, um termo de tratamento dirigido a pessoas que servem como exemplos a serem seguidos e reconhecido como doutorado em karatê. Este é o caso de Formigari, que possui uma trajetória exemplar no karatê-dô, considerada uma forma moderna do tradicional karatê.
Foto: Eduardo Montecino/OCP
Tudo iniciou aos 23 anos, quando resolveu se inscrever na primeira escolinha para controlar o nervosismo e motivado pela série Kung-Fu, uma febre da televisão entre 1972 e 1975. “O que despertou meu interesse não foi só a luta, mas também a parte disciplinar do esporte. Então comecei a treinar, mas naquela época o karatê ainda era um pouco violento e queria mudar isso.”, relatou. A identificação pelo esporte só foi crescendo e ganhou proporções ainda maiores dois anos depois, quando passou a ministrar aulas após o único técnico da cidade se afastar. “Resolvi dar aulas para não acabar o esporte na cidade. Poder ensinar e ajudar os pais na criação do filho foi o que eu sempre quis”, disse. Depois de conciliar treinos em Jaraguá e Joinville, e conquistar inúmeras medalhas em campeonatos a nível municipal e estadual, Arnoldo decidiu parar de competir aos 35 anos para se dedicar exclusivamente a formação e graduação de atletas. A partir daí, a carreira de treinador foi se tornando um sucesso ao ver seus alunos tendo destaque em diversas competições.  Com uma academia montada há 22 anos no bairro Vila Nova, Formigari já viu seus ‘pupilos’ participarem de 78 eventos estaduais, 15 nacionais e 1 internacional, trazendo mais de 1600 medalhas e 60 troféus para Jaraguá do Sul. “O nosso foco principal é a disciplina. Queremos através dela e juntamente com a filosofia do karatê auxiliar os pais na educação e formação dos filhos, tornando-os assim mais humanos e preparados socialmente. Com isso bem executado, os resultados em campeonatos aparecem naturalmente e acredito que isso faz a diferença na nossa academia”, destacou. Mesmo com o seu nome já marcado no esporte jaraguaense, Arnoldo Formigari segue dando aulas para atletas a partir de 4 anos e sequer pensa em aposentadoria tão cedo. “Pretendo buscar ainda mais conhecimento. Mesmo com todo este tempo no esporte sempre há o que aprender e vou continuar ensinando as crianças sobre os valores do karatê, além de auxiliá-los na sua formação como pessoa. Não sei se vou conseguir chegar no 8º Dan, mas chegar no 7º já foi uma alegria enorme e vou continuar me dedicando ao karatê-dô”, afirmou.