As equipes do Sport Club Jaraguá e Juventus não conseguiram fazer valer o mando de campo e deixaram a terceira rodada do returno da Série B do Campeonato Catarinense sem vitória. Na tarde de sábado (19), o Leão do Vale foi derrotado pelo Guarani de Palhoça por 2 a 0, no Estádio do Botafogo. Já na manhã deste domingo (20), o Moleque Travesso ficou no empate em 2 a 2 com o Fluminense de Joinville, no Estádio João Marcatto. SC Jaraguá 0x2 Guarani de Palhoça Apesar da confiança por ter vencido o rival Juventus no meio de semana, o Jaraguá perdeu a chance de engatar sua segunda vitória consecutiva no Estadual. A equipe comandada pelo técnico Carlos Espinosa fez um bom primeiro tempo e teve, pelo menos, quatro boas oportunidades para abrir o placar, mas não foi feliz nas finalizações. O castigo veio aos 42 minutos, quando os visitantes tiveram um pênalti assinalado e convertido por Juliano Levak.
Foto Piero Ragazzi/SC Jaraguá
Já no segundo tempo, a situação dos donos da casa piorou com a expulsão do atacante Cleber, logo aos 9 minutos. A partir daí, o domínio foi total do Guarani que aproveitou a vantagem numérica e ampliou o marcador, aos 35, com Bruno, decretando os 2 a 0. “Perdemos para nós mesmo e infelizmente não apresentamos o esperado. Criamos chances, não convertemos e tivemos uma expulsão boba que fez a diferença. Agora temos toda semana para trabalhar e pensar na próxima partida”, disse Espinosa. Com o revés, o Jaraguá estacionou nos três pontos e caiu para o oitavo lugar do returno. Já na classificação geral, os jaraguaenses permanecem na lanterna, com sete. Na próxima rodada, a equipe vai até Joinville, onde enfrenta o Fluminense, no domingo (27), às 15h30, na Arena. -- Leia também: Jaraguá e Juventus jogam em casa pela Série B do Catarinense -- Juventus 2×2 Fluminense O Juventus teve uma grande chance de se recuperar da derrota no derby contra o Jaraguá. Isto porque, a equipe teve um início de jogo arrasador contra o Fluminense ao abrir dois gols de diferença nos minutos inicias do confronto. Primeiro, com o zagueiro artilheiro Alemão, que aproveitou sobra na área, após cobrança de escanteio, e chutou no canto esquerdo para abrir o placar, aos 5. Pouco depois, Paulinho puxou rápido contra-ataque e de frente com o goleiro adversário só tocou para o lado, onde estava Roni, que só teve o trabalho de empurrar para as redes, ampliando a vantagem, aos 13. Porém, o Tricolor jaraguaense recuou e viu o time de Joinville diminuir ainda na etapa inicial. Aos 22, em cobrança de escanteio, Willian subiu mais que a zaga e marcou para os joinvilenses. Já no segundo tempo, os visitantes chegaram ao empate, aos 12. Em novo escanteio, Dida defendeu a finalização de Willian, mas no rebote, o atacante Matheus Lima só tocou para o gol vazio. O Fluminense ainda teve mais três ótimas oportunidades para virar o placar, todas com o próprio Matheus Lima, mas duas pararam na trave e outra Dida salvou o Juve da derrota. “Foi um empate horrível. Fizemos dois gols nos primeiros 15 minutos e estávamos dominando o jogo, mas tivemos um apagão, tomamos o gol e não voltamos para a partida. Se a gente quisesse entrar na briga pelo título do returno teríamos que vencer estes dois jogos (contra Jaraguá e Fluminense), mas tropeçamos em nós mesmos”, declarou o meia e capitão Max. Com o resultado, o Moleque Travesso aparece na quinta posição do returno, com quatro pontos, enquanto que na classificação geral, o time ocupa o penúltimo lugar, com dez, apenas três à frente do lanterna e co-irmão Jaraguá. Agora, os comandados do técnico Eduardo Rodrigues voltam a campo no próximo sábado (26), quando vão até Itajaí para enfrentar o Barra, às 10h, no Estádio Camilo Mussi.