Por conta da pandemia do novo coronavírus, o governo japonês e o Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio decidiram vetar a presença de público estrangeiro no evento.

E segundo projeção de Takahide Kiuchi, essa proibição pode gerar um prejuízo de até US$ 1,8 bilhão (cerca de R$ 9,9 bilhões) ao país.

"Isso não é algo grande o suficiente para balançar a economia japonesa, mas ainda é certamente uma grande perda econômica", disse Kiuchi à 'AFP'.

Eram esperados mais de 600 mil turistas no Japão entre os meses de julho e agosto, com a injeção de um montante significativo na economia do país, aproximadamente 12% de toda a receita prevista para a Olimpíada.

Nos próximos dias, o Comitê divulgará como será feita a devolução dos valores pagos pelos ingressos por torcedores estrangeiros, em cifras na casa dos 800 milhões de dólares.