Maior ídolo da história do tênis brasileiro, o catarinense Gustavo Kuerten vai concorrer a dois prêmios no Hall da Fama Internacional do tênis em votação na internet.

Guga disputará a "melhor história de Cinderela", que se refere a improvável conquista em Roland Garros, em 1997, quando chegou ao Grand Slam como 66º do ranking mundial.

A outra premiação é de "celebração mais icônica", com o coração desenhado no saibro de Roland Garros e deitou no centro, agradecendo aos fãs.

Foto: Getty Images

Já a também brasileira Maria Esther Bueno concorre na categoria "momento de orgulho nacional". Após vencer Wimbledon e o US Open, em 1959, a tenista foi homenageada no território nacional ganhando um selo nos correios com seu rosto.