Jaraguá Futsal e Joinville entrarão em quadra, na noite de hoje (13), para mais um capítulo de uma história cheia de rivalidade. Principais forças do salonismo estadual, as equipes se enfrentam logo mais, em duelo que vale a liderança do Campeonato Catarinense da Divisão Especial. A bola começa a rolar a partir das 20h15, no Centreventos Cau Hansen, em Joinville, neste que será o primeiro clássico entre as equipes na atual temporada. COMO ASSISTIR A PARTIDA NO CONFORTO DE SUA CASA? A Rede OCP irá transmitir o clássico, ao vivo, direto de Joinville. Para assistir é bem simples, é só você dar o play no vídeo abaixo.   ASSISTA O CLÁSSICO AO VIVO A PARTIR DAS 19H50 https://www.youtube.com/watch?v=jIHJ8w2O4w8 Único time com 100% de aproveitamento na competição em quatro jogos disputados, o aurinegro visita o rival, buscando manter a ponta da tabela. Para isto, a equipe se apega a boas apresentações recentes e uma sequência positiva, já que nos últimos sete jogos foram cinco vitórias e apenas uma derrota, em uma campanha que ainda teve um empate, que aconteceu na última sexta-feira (9), contra o Corinthians, pela Liga Nacional. “A promessa é de um grande clássico, com duas equipes vindo num bom momento. Procuramos acertar nos treinos alguns erros que apresentamos nos últimos jogos e vamos preparados para fazer uma boa partida. Esperamos manter essa boa fase e sair de Joinville com uma vitória”, disse o técnico Fio. DSC_3162-site Apesar dos desfalques do pivô Keko, do ala William e dos fixos Diego e Gava, os jaraguaenses terão a volta do pivô Daniel, que não atuou diante dos paulistas por cumprir suspensão. Para o treinador, voltar a jogar com um homem de referência no setor ofensivo será muito importante para a equipe segurar o ímpeto do rival, que tem dez pontos em cinco partidas e precisa da vitória para assumir a liderança. “É uma variação importante e perdemos isso contra o Corinthians, já que não tivemos o Daniel e o Keko. Com uma destas peças, o nosso poderio de ataque aumenta e ganhamos muito com isso. Claro que precisamos encaixar o nosso esquema e dar oportunidades ao pivô, mas só em ter uma referência na frente nos dá ainda mais possibilidades”, finalizou.