O Fluminense sofreu, mas conseguiu se manter na Série A do Campeonato Brasileiro após a vitória sobre o América-MG no último domingo (2), por 1 a 0, no Maracanã. E um guaramirense foi peça fundamental para evitar o rebaixamento do tradicional clube carioca no Brasileirão.

Com um pênalti defendido quando o jogo ainda estava 0 a 0, e, pelo menos, dois milagres com a bola rolando, Júlio César Jacobi saiu de campo ovacionado pela torcida e tornou-se o grande herói na partida que definiu a permanência do Tricolor na primeira divisão.

Goleiro pode ter feito seu último jogo pelo Fluminense | Foto André Mourão

Natural de Guaramirim, o jogador de 32 anos está em sua quarta temporada na equipe do Rio de Janeiro, sendo a primeira como titular absoluto, depois da saída de Diego Cavalieri.

Mesmo com toda a importância no atual elenco do Flu, Júlio César pode ter feito seu último jogo com a camisa tricolor, já que seu contrato termina no fim de dezembro.

Após o confronto contra o América-MG, ele deixou o futuro em aberto e confessou que seu pai e representante, Darci Afonso Jacobi, recebeu algumas propostas.

“Vou conversar com meu pai, vou ver o que ele tem para falar. Ele disse que existem algumas situações, mas não quis me abrir para eu estar focado no que era mais importante – foi muito ético da parte dele. Mas está tudo nas mãos dele. Ele vai começar a me passar. E vamos ver o que será o melhor para 2019”, disse o guaramirense.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?