Aos 36 anos, o goleiro Bruno Fernandes anunciou sua aposentadoria do futebol. Em vídeo publicado nas redes sociais, o agora ex-jogador afirmou que será day trader, modalidade de especulação de ativos de renda variável, como ações e moedas.

"Futebol é coisa do passado, ficou no passado. Aposentei a luva. Parei. Deu para mim!", disse. "A parada agora é só investimento", continuou.

O último clube em que Bruno atuou foi em 2020, no Rio Branco, do Acre. Em março deste ano, ele chegou a ser anunciado como reforço do Araguacema, do Tocantins.

Isso duas semanas depois de ser divulgada a informação de que integraria a equipe do Atlético Carioca, de São Gonçalo, no Rio de Janeiro, onde disputaria a Série C do Campeonato Carioca. O time, porém, desistiu da contratação.

Condenado a 22 anos e três meses de prisão em março de 2013 pelo assassinato da modelo Eliza Samudio, o goleiro está no regime semiaberto desde julho de 2019.

O crime aconteceu em 2010, quando o goleiro era titular do Flamengo e cotado para a seleção brasileira.

Eliza Samudio tinha 25 anos, era amante e mãe do filho recém-nascido de Bruno. Seu corpo nunca foi encontrado.