Geninho segue no comando técnico do Avaí para 2019. A renovação do seu vínculo com o clube por mais um ano aconteceu na tarde desta terça-feira (27), ao lado do presidente Francisco José Battistotti.

O objetivo do técnico, que comandou o Avaí em 37 partidas pelo Campeonato Brasileiro – Série B e conquistou o acesso com o empate no último sábado diante da Ponte Preta, é manter a equipe na Série A com a continuidade do trabalho iniciado em 18 de abril deste ano.

O técnico explicou que a renovação representa uma sequência do trabalho.

“Sinto-me à vontade para desenvolver aquilo que eu acho que é o futebol e a maneira como eu penso o futebol. Conversei com o presidente sobre algumas ideias para este ano. É ponto crucial a permanência do Avaí na Série A. Então, tem que ser o objetivo maior do nosso trabalho. Claro que nós vamos brigar pelo título regional, por uma boa participação na Copa do Brasil, porque é isso que vai dar ao clube a possibilidade de ele se estabilizar, ter uma caminhada mais segura para a frente”, antecipou Geninho.

O acerto não foi difícil, segundo Geninho, pelo bom relacionamento que tem com o presidente.

“Ele sabe que eu gosto do clube, da cidade. Sinto-me bem aqui, é minha segunda casa. Então a gente deve começar em janeiro, quando devo estar por aqui, comandar a equipe no primeiro jogo, no início do campeonato. Devemos fazer um ano tão bom como foi 2018”, completou o técnico.

O presidente Francisco José Battistotti não escondeu sua alegria com a renovação. Era seu desejo a permanência de Geninho, que comandou a conquista do acesso.

“Eu trouxe o Geninho e queria a sua permanência. Há pontos convergentes de interesse e ele, além de um grande amigo, é um excelente profissional, experiente e que nos passa muita segurança. Confiamos ao Geninho a missão de nos manter na Série A, nosso grande objetivo”, ressaltou Battistotti.

O Avaí no comando de Geninho foi o melhor visitante neste Brasileiro, mas teve outros números também interessantes, como defesa e ataque, além de colocar Renato como um dos principais goleadores com 12 gols. Dos 37 jogos, foram 16 vitórias, 13 empates e 9 derrotas.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?