A esperança de ver o jaraguaense Filipe Luís na Copa do Mundo de 2018 ganhou força na manhã deste sábado (28). Restando 47 dias para o início do Mundial na Rússia, o lateral-esquerdo que se recupera de uma fratura na fíbula, sofrida há pouco mais de um mês, voltou a treinar com bola no Atlético de Madrid. A convocação para o Mundial será anunciada no dia 14 de maio. Com nome frequente na lista do técnico Tite antes da lesão, o jogador fez um treino leve com os demais companheiros da equipe espanhola, que se prepara para o jogo contra o Alavés, neste domingo (29), pelo campeonato nacional. “43 dias depois, volto a ter o melhor sentimento do mundo. Se tem um sonho, fé, e se esforça muito, pode conseguir tudo a que se propõe”, escreveu o jogador, em sua conta no Instagram. O brasileiro sofreu a fratura na fíbula da perna esquerda no dia 15 de março, na partida entre Atlético e Lokomotiv Moscou, pela Liga Europa. Aos 15 minutos do segundo tempo, ele tentou bloquear uma finalização do atacante Eder, mas acabou acertado com violência pelo rival e precisou deixar o campo, sentindo muitas dores. A fratura foi diagnosticada em sequência e, dois dias depois, o atleta já passava por cirurgia. Esta será a terceira tentativa de Filipe Luís em realizar o sonho de ir à Copa do Mundo. Na primeira, em 2010, na Alemanha, ele ficou de fora por uma fratura no tornozelo, quando ainda jogava pelo Deportivo La Coruña-ESP. Já no Brasil, em 2014, o então técnico Felipão optou em levar Maxwell, do PSG-FRA, deixando o jaraguaense na lista de reserva. Nesta semana, o lateral do Atlético de Madrid já havia sido convocado por Tite para os amistosos da seleção brasileira contra Rússia, no próximo dia 23 de março, e Alemanha, que acontece quatro dias depois. Concorrente direto da posição, Alex Sandro, da Juventus, deve ser o substituto de Filipe.