As jovens promessas do futebol da região seguem no radar de grandes clubes do futebol brasileiro. Desde o ano passado, inúmeros atletas de escolinhas do município, como a Bom de Bola, Xoxo 10, Jaraguá Futsal e Colégio Evangélico Jaraguá, foram selecionados para integrarem as categorias de base de equipes da Série A e B do Campeonato Brasileiro. Desta vez, cinco meninos da Xoxo 10 despertaram o interesse e foram encaminhados para duas agremiações. Após se destacarem em uma competição realizada na cidade de Balneário Camboriú, Ervin Felipe Behnke e Artur Lostada, ambos com oito anos, já embarcaram para o Rio de Janeiro, onde passarão a vestir a camisa do Fluminense. A dupla também tinha proposta do Internacional, mas em conversas com os familiares, optou pelo tricolor carioca. “O Fluminense nos mostrou mais segurança e eles vão continuar jogando futsal até os dez anos, treinando campo a cada 15 dias. Então, essa evolução gradativa é melhor para os meninos, e ficamos muito felizes e orgulhosos por tudo isso que eles estão passando”, disse Sheyla, mãe de Artur. “É um orgulho muito grande para nossa família. A mudança vai ser radical. Sair do lugar que a gente mora (Corupá) para uma cidade tão grande como Rio de Janeiro. Mas é uma oportunidade única e torcemos muito para o sucesso dos meninos”, afirmou Marcos, pai de Ervin. Enquanto Artur e Ervin vão para o Rio, outros três atletas estão no Rio Grande do Sul para uma bateria de testes no Internacional. Por meio da parceria entre a Escolinha Xoxo 10 e o Colorado, os meninos Gustavo Ferrazza dos Santos, de oito anos, além de Luís Eduardo Strensk e Cássio Stein Paulus, ambos com nove, permanecem na capital gaúcha até o fim de semana para uma série de avaliações. Caso sejam aprovados, eles serão contratados pelo clube. “Cinco atletas nossos já foram aprovados no Inter recentemente, temos mais o Ervin e Artur indo para o Fluminense e torcemos por mais aprovações. Isso dá uma moral muito grande para a escolinha, principalmente pelo trabalho bem feito que estamos mantendo na região”, destacou Eduardo Negherbon, professor e coordenador dos polos de futebol da Escolinha Xoxo 10.