Não faltou emoção na Supercopa do Brasil, disputada neste domingo (11), no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Em jogo digno de uma final entre dois grandes clubes do futebol nacional, o Flamengo superou o Palmeiras nos pênaltis por 6 a 5, após empate em 2 a 2 no tempo normal, e conquistou o título da competição, que reúne o campeão brasileiro e o da Copa do Brasil de 2020.

A decisão começou com um gol logo no primeiro minuto, marcado por Raphael Veiga, do Verdão.

Ainda na etapa inicial, o Rubro-Negro chegou a virada, com Gabigol e Arrascaeta. Mas Raphael Veiga marcou mais um, desta vez de pênalti, e deixou tudo igual no segundo tempo, forçando as penalidades.

Na marca da cal, o time carioca foi mais eficiente e levou a melhor nas cobranças alternadas. Raphel Veiga, Gustavo Gómez, Gustavo Scarpa, Viña, Gabriel Veron fizeram os gols pelo Palmeiras, enquanto Luan, Danilo, Gabriel Menino e Mayke erraram.

Já do lado do Fla, Arrascaeta, Vitinho, Gabigol, João Gomes, Michael e Rodrigo Caio marcaram. Filipe Luís, Matheuzinho e Pepê erraram.

Além da taça, o Flamengo faturou R$ 5 milhões e a equipe paulista ficou com R$ 2 milhões pelo vice.