O Figueirense ainda alimenta a esperança de voltar ao G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro e sonhar com a vaga na Série A em 2019. Matematicamente ainda é possível, mas o desempenho do time em campo deixa o seu torcedor cada vez mais desconfiado.

Para manter esta possibilidade aberta, o time do técnico Rogério Micale terá que vencer o Sampaio Corrêa, em São Luís, em jogo marcado para às 19h15min desta terça-feira (02), na abertura da 30ª rodada.

Os problemas são muitos. Micale chega ao quarto jogo sem saber o que é vitória. Até agora, desde a demissão de Milton Cruz, o Alvinegro empatou duas e perdeu outra. Para piorar, não terá quatro titulares à disposição, todos suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

O atacante e artilheiro Elton; o zagueiro Nogueira e os meias Jorge Henrique e Matheus Sales não podem enfrentar a equipe do Maranhão.

Menos mal que o Sampaio é o vice-lanterna, com 26 pontos  (seis abaixo do Juventude, o primeiro que está escapando do rebaixamento). O Figueira, com 40 pontos, na 9ª posição, precisa somar mais três para manter viva a esperança de volta no G-4.

Criciúma, sonhando alto, recebe o Oeste

45 Tigre treinou nesta segunda-feira (01), sob chuva, no CT Antenor Angeloni | Foto Fernando Ribeiro/Divulgação/CEC

Até pouco tempo os torcedores do Criciúma só olhavam para a parte baixa da tabela. Após várias rodadas no Z-4 e outras tantas lutando para ser afastar, o time do técnico Mazola Júnior somou 13 dos últimos 15 pontos disputados, chegou ao 11º posto e já se permite a pensar no G-4.

Na matemática, ainda é possível; embora difícil. Mas a empolgação contagiou a galera que promete comparecer em grande número ao estádio Heriberto Hülse, nesta terça-feira (02), para o jogo contra o Oeste, às 20h30min. Nova vitória e o sonho pode começar a se tornar realidade.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?