João Diogo comemora o gol da primeira vitória do Figueira na Série B | Foto Divulgação/Figueirense FC
João Diogo comemora o gol da primeira vitória do Figueira na Série B | Foto Divulgação/Figueirense FC

O Figueirense conquistou a primeira vitória na Série B ao superar o Brasil, de Pelotas, por 1x0, na gelada noite desta terça-feira (14), no estádio Orlando Scarpelli, na abertura da quarta rodada. O resultado fez o time de Florianópolis subir provisóriamente para a sexta colocação, com seis pontos, invicto. O Brasil segue na lanterna, com quatro derrotas.

A chuva, o vento Sul e a temperatura de 19°C afastaram os torcedores. Pouco mais de 1,9 mil apaixonados encararam o frio e sofreram num primeiro tempo sem grandes chances - e muitos erros técnicos.

Figueirense venceu o Brasil e subiu na tabela da Série B | Foto Divulgação/Figueirense FC

A rigor, o Figueira teve chances com Rafael Marques, logo aos três minutos, e Matheuzinho, aos 46. O Brasil também pouco criou. O 0x0 do 1º tempo foi justo.

Na segunda etapa, sem chuva, mas ainda fria, animou as equipes. Tanto que o Brasil teve chance clarar de marcar aos seis minutos, com Branquinho; e o Figueira fez 1x0, aos oito. Em boa jogada do surpreendente lateral esquerdo Breno, o oportunista João Diogo aproveitou e abriu o placar.

João Diogo marcou os dois gols do Figueira na Série B | Foto Divulgação/Figueirense FC

A partir daí, mais nada. O jogo voltou à mesma tranqueira do primeiro tempo. O time catarinense segurando o jogo e a equipe gaúcha encontrando muitas dificuldades para chegar ao empate.

Na quinta rodada, o  Figueira pega o Bragantino, em Bragança Paulista (SP), na terça-feira (21), às 21h30min. O Brasil encara o América-MG, em Pelotas, no sábado (25), às 19 horas.

Ficha Técnica

Figueirense 1 – Denis; Pereira, Alemão, Ruam Renato e Breno; Zé Antônio, Tony e Fellipe Mateus; Matheuzinho (Alípio), João Diogo (Matheus Lucas) e Rafael Marques (Betinho, A). Técnico – Hemerson Maria.

Brasil 0 - Carlos Eduardo; Ednei, Leandro Camilo, Bruno Aguiar, Sousa; Leandro Leite, Carlos Jatobá,  Branquinho e Murilo Rangel (Diogo Oliveira); Juba (Marcinho) e Bruno Paulo (Rafael Grampola, A) | Técnico: Rogério Zimmermann.

Gol - João Diogo, aos oito minutos do segundo tempo.

Arbitragem – Vinicius Furlan (S), auxiliado por Daniel Luis Marques (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP).

Público - 1.931

Renda - R$ 39.726,00

Local - Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?