Depois do adiamento do jogo entre Jaraguá Futsal e Lages, momentos antes da bola rolar na última quarta-feira (12), pela abertura do Campeonato Estadual, a Federação Catarinense emitiu um comunicado lamentando o ocorrido.

Um dia depois, a entidade publicou outra nota e esclareceu que a suspensão das partidas da competição é de responsabilidade exclusiva das autoridades públicas.

Entenda o caso

Jaraguá e Lages estavam prontos para jogar e faziam a última preparação no vestiário do ginásio Jones Minosso, quando foram informados do adiamento do confronto por conta de um decreto do Governo de Santa Catarina.

A Federação não avisou os clubes, alegando que houve um “erro de interpretação” e que tomou conhecimento da nova portaria da Secretaria de Estado da Saúde, que proíbe os eventos esportivos, apenas no dia do jogo.

O documento determina que as partidas possam ser realizadas somente após a publicação de regulamentação elaborada pelo COES (Centro de Operações de Emergência em Saúde).

O último decreto do governo estadual, publicado no dia 7 de agosto, fazia referência a esta regulamentação do COES, mas não especificava quais regras a serem seguidas.

Com isso, tanto o duelo entre Jaraguá e Lages, como toda competição estadual, está temporariamente suspensa.

Confira o comunicado da Federação Catarinense

A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL DE SALÃO vem a público esclarecer que a suspensão dos jogos da rodada de abertura do Campeonato Catarinense Krona – Série Ouro 2020 é de responsabilidade exclusiva das autoridades públicas.

O Decreto 562/2020 com suas diversas alterações proibia a realização do campeonato até o dia 07/08/2020 “Art. 8o Ficam suspensos, em todo o território catarinense, sob regime de quarentena, nos termos do inciso II do art. 2o da Lei federal no 13.979, de 6 de fevereiro de 2020:
III - até 7 de agosto de 2020, o calendário de eventos esportivos organizados pela Fundação Catarinense de Esporte (FESPORTE), assim como os eventos e as competições esportivas da iniciativa privada; e (Redação dada pelo Decreto no 740/2020)”

O Decreto 785/2020, publicado em 07/08/2020 restringia APENAS O ACESSO DE PÚBLICO AOS EVENTOS ESPORTIVOS:

“Art 8o Ficam suspensos, em todo o território catarinense, sob regime de quarentena, nos termos do inciso II do art. 2o da Lei federal no 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. [...]
[...] III – pelo período de 14 (quatorze) dias, o calendário de eventos esportivos organizados pela Fundação Catarinense de Esporte (FESPORTE), assim como os eventos e as competições esportivas da iniciativa privada;”

Diante desse panorama programamos o início do torneio na expectativa de retomarmos nossa atividade de maneira segura, eis que as equipes estão treinando desde maio quando houve liberação, devidamente testadas e obedecendo rígido protocolo sanitário.

Na data de ontem enquanto nos preparávamos para o jogo de abertura, com transmissão por streaming, milhares de torcedores e principalmente equipes preparadas no local da partida, fomos surpreendidos com a Portaria SES 580, PUBLICADA EM 11/08/2020 COM DATA RETROATIVA A 08/08/2020, informando que seria criado um grupo de estudo para elaborar normas de segurança.

Lamentamos profundamente o descompasso das autoridades públicas e lamentamos que a falta de diretrizes atinja as mais de 4.000 famílias envolvidas diretamente com o salonismo Catarinense. Sempre respeitamos as autoridades sanitárias e somente programamos o retorno após a data prevista do Decreto Estadual, infelizmente o esporte não tem recebido o respeito merecido.

Continuaremos aguardando e tomaremos nossas providências visto que outras modalidades já foram liberadas em nosso Estado.

Atenciosamente,

Márcio Leandro D’Avila

Presidente FCFS

Florianópolis, 13 de agosto de 2020.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul