Foto Divulgação
Foto Divulgação

Diante da pandemia do novo coronavírus, a recomendação é para que todos fiquem em casa durante o período da quarentena.

Porém, é fundamental seguir com exercícios físicos e manter uma boa alimentação para uma rotina mais leve e saudável.

Pensando nisso, o OCP foi atrás de profissionais que possam dar dicas para quem quer se manter ativo durante este período.

É o caso do treinador e preparador físico Lucas Fliegner, que ressalta a necessidade de se praticar exercícios, mesmo que com coisas de casa.

Segundo ele, ao manter o corpo ativo fisicamente e saudável, as chances de contrair a doença são menores.

“Às vezes aquele cantinho na sala pode ser "o cara", você pode transformá-lo no melhor centro de treinamento da sua vida e não precisa de equipamento algum, basta sua dedicação, vontade e disposição. Subir e descer escadas, dançar, tocar algum instrumento musical ou até mesmo fazer aquele curso on-line que estava parado. A hora é agora. Se movimente”, destaca.

Foto Divulgação

O profissional, inclusive, indicou as redes sociais (instagram e facebook) da equipe Life Well – Promoção da Saúde, que promove de forma gratuita vídeo aulas e dicas de como se comportar nesse momento através do 'Movimento Xô Corona'.

“Estamos preparando esse material diariamente para você que busca uma orientação nesse período de reclusão. E não esqueça, beba muita água, se hidrate bem e mantenha uma alimentação saudável”, completa.

Falando em alimentação, a nutricionista Lidiane Atala (foto abaixo) dá inúmeros conselhos para deixar o sistema imunológico em alta e a saúde em dia.

Foto Arquivo Pessoal

Cuidar da alimentação é ainda mais crítico em uma situação de pandemia. O simples fato de comer mal e dormir mal são ações que podem reduzir a imunidade, deixando o corpo mais susceptível a contaminações.

Para evitar esse problema, a nutricionista deixa algumas orientações para minimizar os prejuízos e as perdas.

Dicas para elevar a imunidade

  • Primeiramente diminua ou controle o seu estresse, pois afeta em cheio a nossa imunidade. Procure dar vazão ao seu dia estressado, realizando atividades físicas regulares, meditação ou qualquer outra atividade que faça você desacelerar ou mudar o foco algumas alimentos e suplementos também ajudam a modular o cortisol;
  • Durma bem! Sabe aquela história de sono reparador ou sono da beleza, pois bem, real e necessário. Se tem dificuldade para pegar no sono ou manter o sono durante a noite toda, procure um profissional para avaliar a qualidade do seu sono;
  • Vitaminas e minerais em ordem. Primeiro avaliação de sinais e sintomas, exames bioquímicos e a suplementação conforme a necessidade individualizada. Nada de comprar um monte de suplementos sem necessidade e com vitaminas e minerais não quelados, pois tem menor absorção;
  • Alimentos: frutas, legumes e verduras, oleaginosas, açafrão, cogumelos,
  • Probióticos, vitamina D, ferro, própolis, glutamina, Omega 3, coenzima Q10 entre outros (Tudo com orientação profissional);
  • Mantenha o intestino saudável, procure evitar café, açúcar, farinha de trigo refinada e refrigerantes. Dê preferência a alimentos ricos em fibras, aumente o consumo de alho e cebola, gengibre ralada na salada ou no suco, Incluir fermentados como kombucha, kefir e chucrute;
  • Tomar líquidos, principalmente água. Não descuide, pois uma infecção urinária ou cálculo renal poderá te obrigar a ir ao hospital;
  • Consuma pelo menos 500g de frutas, verduras e legumes por dia, que é a recomendação Da Organização Mundial da Saúde;
  • Não façam dietas restritivas, pois a falta de carboidrato causa extresse no seu organismo e abaixa a imunidade;
  • Consuma pelo menos 4g de açafrão em pó como tempero ou batido no suco (potente antioxidante e imunoprotetor);
  • Consuma frutas ricas em vitamina C, como kiwi, abacaxi, laranja, limão, acerola, etc;
  • Fique em casa durante a quarentena!

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger