Foto Divulgação/Confederação Brasileira de Ginástica
Foto Divulgação/Confederação Brasileira de Ginástica

A ex-atleta Ana Paula Scheffer, que defendeu a Seleção Brasileira de ginástica rítmica, morreu aos 31 anos, nesta sexta-feira (16), em Toledo, no Paraná. Nos últimos anos, ela vinha atuando como treinadora em Cascavel (PR) e prestava consultoria como coreógrafa para a Associação de Ginástica Rítmica de Blumenau (Agiblu).

Segundo relatos, por volta das 12h, a mãe de Ana Paula foi chamá-la e, ao não receber resposta, a encontrou deitada na cama do quarto já sem vida. A suspeita é de que ela tenha tido um infarto fulminante. O corpo foi levado ao IML para apuração da causa da morte. O velório deverá ser realizado na manhã deste sábado (17).

Foto divulgada pela Agiblu em março deste ano

A ex-ginasta viveu o ápice de sua carreira nos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro (RJ), ocasião em que conquistou a medalha de bronze no aparelho Arco.

Após a notícia vir a público, a Agiblu divulgou uma nota em suas redes sociais. "A Agiblu lamenta o falecimento da coreógrafa e ex-atleta da seleção brasileira Ana Paula Scheffer, aos 31 anos. Neste momento de dor e já de saudades, nossa solidariedade à família e amigos da querida Ana, que agora vai coreografar com os anjos. Vá em paz".

Receba as notícias do OCP no seu WhatsApp: