Ex-CEO da Fórmula 1, Bernie Ecclestone foi detido no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), por porte ilegal de arma.

Segundo informações do GE, o ex-dirigente, de 91 anos, tentou embarcar em um voo particular para a Suíça com uma pistola calibre 32 sem documentação regular e foi preso pela Polícia Federal.

A arma foi localizada dentro de sua bagagem, no bolso de uma camisa, e estava sem carregador e sem munição.

O inglês pagou uma fiança de R$ 6 mil e foi liberado para seguir viagem, mas sem o armamento que foi apreendido.

Ecclestone disse que comprou a pistola de um mecânico da Fórmula 1 há cinco anos e ela estava em em sua fazenda no interior de São Paulo.

No Brasil desde o fim de semana de 1º de maio, Bernie Ecclestone esteve presente em vários eventos do automobilismo brasileiro acompanhando a esposa Fabiana Flosi, vice-presidente para a América do Sul da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).