Quando falamos do esporte de Jaraguá do Sul, logo vem à tona o futsal. Não é para menos. Hoje, a cidade que elegeu o salonismo como uma das principais paixões locais, orgulha-se dos feitos de uma história rica de títulos.

Um crescimento espantoso, iniciado neste século que levou o município a ser reconhecido mundialmente, pelas mais de 50 taças levantadas em competições a nível estadual, nacional e continental.

Mas antes de tornar-se uma potência na modalidade, o passado do futsal jaraguaense acumulou grandes momentos que merecem ser recordados e alimentam a camisa de um dos mais tradicionais clubes do mundo.

Em 2022, a equipe comemora 30 anos de história, conquistas e emoções em amarelo e preto, que foram detalhados em um especial produzido pelo OCP. Confira abaixo a primeira parte do material.

Fundação da ADJ

Com o futsal mundial passando por constantes evoluções nas décadas de 70, 80 e 90, o salonismo jaraguaense teve sua grande reformulação a partir do dia 15 de fevereiro de 1992, quando nasceu a Associação Desportiva Jaraguá (ADJ).

Com o objetivo principal de difundir cada vez mais a prática do desporto amador da cidade, a entidade foi fundada por um grupo de abnegados desportistas de Jaraguá do Sul.

E a partir daquela data, todas as modalidades interessadas em disputar competições a nível estadual ou nacional, poderiam filiar-se a ADJ, e, posteriormente, as respectivas federações.

A primeira modalidade a se inscrever foi o futsal, que acabou se tornando sua referência estadual e nacional até os dias de hoje

Sócios-fundadores e primeira diretoria

  • Presidente: Ivo dos Anjos
  • Vice-presidente: Valdir Chiodini
  • Secretário: Rogério Lauro Tomazelli
  • Tesoureiro: Assírio Carlos Ranthum
  • Diretor esportivo: Cilo Junckes
  • Diretor social: José Olivio Papp
  • Conselho Fiscal: Dorval Franzner, Sergio Kichenbecker, Jean Carlo Leutprecht, (titulares), Raimar Radunz, Hercílio Mendonça da Rosa e Afonso filho, (suplentes).

Primeiro patrocinadores e súmula de jogo

Pouco mais de um mês depois da fundação, a ADJ se licenciou na Federação Catarinense de Futebol de Salão e confirmou sua participação no Campeonato Catarinense da 1ª Divisão após fechar patrocínio com a empresa Darpe, válido até o dia 15 de dezembro daquele ano.

Comandado por Marco Antônio Pierri, o elenco contava com atletas de Jaraguá do Sul e região. Em súmulas da época, constavam Paulinho Friedmann, Oldalmyr Rosário, Célio Lange, Leonir Frolich, Jonis Finger, Jadir Guedes da Silva, Marcos dos Santos, César Pradi, Romeu Butschardt Júnior, Ilson Maba, José Antônio da Silva, Alcindo Silva do Nascimento e Drayton Fontanive.

*Veja o material completo no link: https://bit.ly/38J1pbP