O Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) anulou e ordenou a remarcaçao do jogo entre Catanduva e Grêmio Prudente, pela 3ª Divisão do Campeonato Paulista.

A decisão foi motivada pelas seis substituições - uma a mais que o número máximo permitido por jogo - do Catanduva, que venceu na casa do adversário por 2 a 1.

O estouro das trocas configura um erro de direito da arbitragem e agora o Catanduva terá que arcar com todos os custos da nova partida.

Na súmula, o árbitro Vinicius Bettio ainda errou o jogador envolvido na sexta substituição ao colocar que foi Nathan Índio, mas quem entrou foi Thiago Ribeiro, que tem passagem por grandes clubes do Brasil e justamente o autor do gol da vitória catanduvense.

Já o árbitro e os assistentes podem pegar até 120 dias de suspensão e ter de pagar uma multa de R$ 1 mil por conta do erro.