"Emoção em ver que o meu marido construiu tudo isso e 30 anos depois o parque é uma referência da cidade para a realização de uma grande prova".

A frase emocionada de Sandra Guidi, viúva do ex-prefeito de Criciúma, Altair Guidi, que leva o nome da prova, comprova o sucesso da 5ª Meia Maratona Criciúma Altair Guidi.

O relógio marcava 6h50 quando o medalhista olímpico e organizador da Meia Maratona Criciúma, Edson Luciano, o padrinho da prova e um dos maiores maratonistas da história do Brasil, Ronaldo da Costa, e Sandra Guidi deram a largada para o projeto Pernas Solidárias.

"Às vezes a gente reclama tanto e tem que gente precisa de tão pouco para fazer. E a largada desta turma com tanta gente participando nos deixa muito orgulhoso", ressalta uma das organizadoras do evento, Kintsia Ribeiro.

Dez minutos depois, às 7h, Sandra Guidi fez a contagem regressiva para dar início a 5ª Meia Maratona Criciúma Altair Guidi, com saída e chegada do Parque Municipal Altair Guidi, nas categorias 5km, 10km, 21km e caminhada de 3km.

E o primeiro a chegar, na categoria 5km, não demorou muito tempo. Eduardo Cardoso, com tempo de 16 minutos e 21 segundos cruzou a linha de chegada. Três segundos depois, Marcos Andre Pereira também completou a prova. Na categoria 5km feminino, Ednara Rosa concluiu com 22 minutos e 25 segundos, seguida de Rosemeri Rodrigues, com 22 minutos e 53 segundos.

Já na categoria 10k, Vinicius Miranda da Silva foi o primeiro a chegar com tempo de 32 minutos e 15 segundos. Seguido de Willian Muraro da Silva que chegou com 33 minutos e 55 segundos.

Na categoria 21k masculino, Jurandyr Couto Júnior foi o primeiro a chegar e fez o percurso de 1:16:12, seguido de Tiago Lane Alexandrino, com o tempo de 01:18:34. No 21k feminino, Fabricia Ester Stedille completou com 01:27:17, seguida de Juliana Stolarski Uavnizack, com o tempo 01:33:02.

"Após dois anos sem realizarmos devido a pandemia, essa prova é especial e parece que é a primeira que fizemos. A ansiedade é grande, mas fico muito satisfeito por uma situação: as pessoas elogiando a estrutura, a prova, a organização. Mostra que estamos no caminho certo", comemora um dos organizadores do evento, Edson Luciano.

Ao total, a 5ª Meia Maratona Criciúma Altair Guidi teve 900 inscritos.

"Foi um número que limitamos até porque era volta de pandemia e para valorizar quem se inscreveu. Infelizmente muita gente ficou de fora. Mas a ideia, no ano que vem, se tudo der certo, trazer mais atletas e lançar a 42k Criciúma. É um desafio e vamos começar a trabalhar a partir desta segunda", ressalta Kintsia Ribeiro.

Padrinho foi para a prova também

Ronaldo da Costa não ficou apenas nas fotos com os atletas. Foi um dos que encarou o trajeto para correr 5km.

"Estava parado há dois meses, mas voltei e consegui correr os 5km. E vou dizer, já participei de muitas provas, mas a organização desta estava impecável. Foi o que presenciei e foi o que os atletas me disseram. Realmente deuorgulho de participar", reconhece o padrinho do evento, Ronaldo da Costa.

Além de toda a estrutura da prova, os atletas puderam usufruir de uma mini praça de alimentação com chopp Saint Bier e food truck Fisiomed, música com banda Caique Lima, massagem, crioterapia (imersão no gelo), bota pneumática para recovery e animação de Lucas Melo, além do espaço Kids que foi aberto para as crianças que estavam no parque.

"É preciso agradecer aos nossos parceiros por toda a confiança depositada no nosso evento. Obrigado a prefeitura municipal de Criciúma, a Fundação da Municipal de Esportes (FME), a NDTV Record, a Saint Bier, ao Mercado Lisandra, ao Hotel Interclass, a Fisiomed, a Novaprint e ao Gelo Naspolini", destaca um dos organizadores da prova, Rielf Ribeiro.

Superação e emoção na chegada dos 10k

Há três anos, Luana sofreu um acidente de carro e quase perdeu a vida. Em um minuto, a vida mudou e acabou na cadeira de roda. Mesmo assim, não desistiu. Com a ajuda de amigos e família, deu a volta por cima e, hoje, depois de 1:38:19 segundos, ela concluiu a sua primeira corrida de rua com 10k.

"Só posso agradecer, pensei muitas vezes em tirar a minha vida, mas, graças a Deus eu não desisti. Eu amo os meus amigos e minha família", conta Luana, muito emocionada e fazendo as pessoas ao redor que ouviram a entrevista chorarem também.

Mais de 800 caixas de leite

Para todos que participam, existe a opção de algum atleta doar uma caixa de leite para ajudar instituições carente da cidade. E, ao final do evento, mais uma grande notícia: 850 caixas de leite doadas.

"Feliz, é o que pode resumir o meu sentimento", sentencia Edson Luciano.

PÓDIO

5km Feminino

1 – Ednara Rosa – 00:22:25
2 – Rosemeri Rodrigues – 00:22:53
3 – Alice Cristina Alves – 00:23:10
4 – Suélem Mendes Calegari – 00:23:50
5 – Marcela Fontanella Serafin – 00:24:10

5km Masculino

1 – Eduardo Cardoso – 00:16:21
2 – Marcos Andre Pereira – 00:16:24
3 – Willian Bellettini Lemos – 00:18:49
4 – Guilherme da Silva Elias – 00:18:55
5 – Robson Rodrigues Crepaldi – 00:19:40

10km Feminino

1 – Leticia Askel Batista – 00:43:08
2 – Cintia da Boit Rossa Pazzeto – 00:46:28
3 – Morgana Martins Garbelotti – 00:47:58
4 – Mônica Hilda Moro Gomes – 00:48:43
5 – Vanessa Somariva – 00:49:29

10km Masculino

1 – Vinicius Miranda da Silva – 00:32:15
2 – Willian Muraro da Silva – 00:33:55
3 – Cristian Genuíno – 00:35:11
4 – Marcelo da Silva Gonçalves – 00:37:29
5 – Anderson de Noni Pizzetti – 00:38:13

21km Feminino

1 – Fabricia Ester Stedille – 01:27:17
2 – Juliana Stolarski Uavnizack – 01:33:02
3 – Fabiana Martinelli da Rosa– 01:39:49
4 – Sidineia Duarte da Rosa – 01:40:35
5 – Katrina Costa Mendes Cavalheiro Dajori – 01:41:25

21km Masculino

1 – Jurandyr Couto Júnior – 01:16:12
2 – Tiago Laine Alexandrino – 01:18:34
3 – Ciro Damiani – 01:19:00
4 – Marcelo da Silva – 01:19:50
5 – Diego Souza – 01:20:47