Em jogo de dez gols, Tricolor mantém vantagem para o jogo de volta | Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

Em jogo de dez gols, Tricolor mantém vantagem para o jogo de volta | Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

A noite de terça-feira (16) foi de chuva de gols em Cascavel, no Paraná. JEC/Krona e o time da casa protagonizaram um jogo cheio de emoções e gols para os cerca de 1,2 mil torcedores que estiveram no ginásio da Neva. Equilibrada, a partida terminou em 5 a 5 e o resultado mantém a vantagem do Tricolor no jogo de volta, no próximo domingo (21), no Centreventos. O Joinville joga pelo empate no tempo normal e na prorrogação. Pelo Tricolor, Genaro estava em noite inspirada e marcou três, o capitão Leco garantiu o seu e o jovem Ewerton fez um belo gol com assistência de Willian. Já para os donos da casa, Ronaldo e Issamu marcaram dois gols cada e Rafinha deixou o seu.

O Joinville foi quem abriu o placar aos três minutos de jogo Grillo e Genaro tabelaram pela ala esquerda e o pivô tricolor carregou para o meio, limpou e bateu no canto, sem chance para Ari. O segundo veio das mãos de Willian. O goleiro viu Ewerton bem posicionado e lançou direto para o jovem jogador tricolor. Ewerton não desperdiçou e correu para comemorar com o Willian. Genaro marcou o terceiro em cobrança de pênalti restando apenas um minuto para o fim da primeira etapa.

Com 3 a 0 no placar, o time da casa acordou antes que o apito indicasse o intervalo e diminuiu com Ronaldo. Estourado em faltas, o Joinville cometeu a sexta com apenas quatro segundos no relógio e o Cascavel não desperdiçou a cobrança de tiro livre, diminuindo com Rafinha.

A torcida inflamou o ginásio e Ronaldo sentiu o apoio do torcedor. Logo no primeiro minuto do segundo tempo, o jogador paranaense empatou a partida. Três minutos depois, Issamu marcou o quatro para colocar o Cascavel em vantagem pela primeira vez no jogo.

Em jogada ensaiada, Leco e Bruninho Iacovino confundiram a marcação adversária. Em reposição de bola, os dois trocaram rapidamente de posição, Bruninho tocou para Leco que ganhou na velocidade e bateu, Ari não conseguiu encaixar a defesa e deu o rebote para Genaro, que não perdeu a chance de igualar o placar novamente.

O capitão ainda faria o seu. Três minutos depois, Leco ganhou a bola na defesa e carregou por toda a quadra, batendo forte no ângulo esquerdo de Ari, que só viu a bola balançar a rede.

Pressionando o Joinville, o Cascavel ainda teve boa oportunidade de deixar o jogo empatado em cobrança de pênalti depois que Machado tocou a bola com a mão após um carrinho dentro da área, mas Ronaldo carimbou o travessão de Willian. O técnico Nei Vitor lançou Issamu como goleiro linha e a tática funcionou. Restando dois minutos para o fim do jogo, Issamu deixou tudo igual.

Emoção não faltou e a decisão está marcada para o próximo domingo (21), às 12h30 no Centreventos Cau Hansen. Jogando em casa, o Joinville terá o desfalque de Grillo que voltou a sentir durante os minutos que esteve em quadra. O ala Bruno segue desfalcando a equipe e deve ficar afastado por quatro semanas. Quem pode retornar é o pivô Gabriel Penezio.

 

Veja os gols:

 

--

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?