Não é de hoje que as críticas não são muito boas para a seleção brasileira de futebol e de acordo com mensagens que circulam pelas redes sociais, o mais novo crítico tem experiência nesse assunto.

Mensagens que rolam nos grupos mostram que o ex-jogador de futebol Zico teria dito que os jogadores da seleção seriam, em sua maioria, “pernas de pau” e que só fariam parte de uma “máfia de empresários”.

Suposta declaração do ex-jogador

"Nunca vi tanta perna de pau, gente ruim numa seleção, só escapa um ou dois. O resto faz parte de uma máfia de empresários que quer apresentar jogadores no mercado internacional. Por isso que o povo não quer saber mais de seleção Zico Esse deu um tiro certo"

Mensagem de um internauta

"Verdade, verdadeira. Até que enfim alguém falou a verdade. Tem tantos jogadores ruins em times aqui no Brasil como lá fora também…é cada perna de pau…não é atoa que o Messi e o CR7…dominam lá fora…faz anos…que não tem ninguém para competir com eles. Na SELEÇÃO BRASILEIRA então chega a ser uma piada. Mandou bem Zico. Disse tudo,".

Porém, há uma grande alteração na fala de Zico. Ao pesquisar qualquer declaração do o ex-jogador com estes termos, não é encontrado nada que confirme que ele realmente tenha dito isso. A única coisa semelhante, é uma declaração ao jornal Extra em 2015 quando ele critica a suposta atuação de empresários dentro da seleção. Porém, em nenhum momento ele disse que “nunca viu tanto perna de pau” na seleção.

"Não faço comparação, justamente porque cada época é uma época. Perdi copas [do mundo], mas com jogadores que mereciam estar na seleção brasileira. Para estar numa seleção, é preciso ter títulos, números significativos, prêmios individuais, nem que seja de melhor jogador do bairro. Hoje é muito fácil ir para a seleção. Qualquer um vai. O cara faz três bons jogos, se torna conhecido, é vendido a peso de ouro. Temos que estar atentos a isso. Seleção não é um balcão de negócios. Mas temos lá um empresário do futebol comandando", disse Zico ao Extra, na ocasião.

É importante ressaltar que essa declaração foi feita em 2015. E que a fala que está circulando pela internet não é do ex-jogador.

Com informações de Boatos.org