Gestor Renê Marques anunciou alguns pontos do planejamento estratégico do Tricolor | Foto: Reprodução
Gestor Renê Marques anunciou alguns pontos do planejamento estratégico do Tricolor | Foto: Reprodução

A diretoria do Juventus aproveitou o anúncio de Paulo Ricardo Marcelino como novo presidente interino para reforçar o planejamento estratégico a curto, médio e longo prazo.

Em vídeo publicado na TV oficial do clube no Youtube, Renê Marques, que assumiu a gestão em dezembro de 2019, confirmou que são mais de 600 atuações para um projeto traçado até 2024, com a ambição de tornar o clube sustentável e mais rentável.

Algumas das principais metas já foram atingidas, como reformar o gramado do estádio João Marcatto, permanecer na Série A do Campeonato Catarinense e garantir vaga na Série D do Campeonato Brasileiro.

Comemoração das classificações após a vitória sobre o Marcílio Dias | Foto Lucas Pavin/Avante! Esportes

Outras tão sonhadas internamente ainda serão buscadas em um futuro próximo, com possibilidade de serem alcançadas ainda nesta temporada, como chegar à Copa do Brasil e a final do Estadual.

Mas, segundo Renê Marques, um dos grandes objetivos do momento é a retirada do selo de formação da CBF para que o Tricolor seja um clube ainda mais organizado e automaticamente renda melhorias em suas instalações, com alojamento, alimentação, suplementação e tudo que o atleta necessite e a CBF exija para devida autenticação.

Ainda de acordo o gestor, a diretoria aproveitou a paralisação do futebol por conta da pandemia de coronavírus para reestruturar o João Marcatto, antes utilizado prioritariamente para jogos e treinamentos.

Sem esperar que os problemas fossem resolvidos via CBF, governo ou federação, o clube lançou novos projetos durante esse período, como a realização de feijoada e frango assado todos os fins de semana, e uma reforma no salão social do João Marcatto.

“Queremos ser um time sustentável e mais rentável. Chegaremos lá através de uma gestão mais assertiva e o apoio contínuo do nosso torcedor e do setor público e privado”, disse Renê.

Presidente de futebol detalha parceria

Atual presidente de futebol do Juventus, Hudson Moura também participou do vídeo para falar um pouco mais da parceria entre sua empresa junto ao Moleque Travesso, iniciada em dezembro do ano passado.

Segundo o ex-presidente do Almirante Barroso, o contrato de gestão com o clube é válido por 20 anos, com possibilidade de renovação.

“Trabalhamos a médio/longo prazo, porque é preciso tempo para solidificar o projeto e colocar em prática todos nossos objetivos dentro do clube”, afirmou Hudson.

Hudson Moura | Foto: Reprodução

A base inicial da parceria foi um investimento necessário para atender o caderno de encargos da Federação Catarinense, com a reforma do gramado e melhorias na estrutura do estádio João Marcatto para jogar a Série A.

“Essa parceria permitiu os investimentos necessários para o acesso do time no Campeonato Catarinense. O time tem muito potencial. Nasceu numa cidade que possui uma forte iniciativa privada e encantou um torcedor que é apaixonado pelo clube. Tudo isso nos revelou, desde o início, o grande potencial de crescimento do Juventus”, finalizou.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul