Das 38 equipes da categoria masculina que iniciaram, ainda no mês de setembro, a corrida atrás do título do Campeonato Peladão, o Aberto de Futsal de Jaraguá do Sul, apenas duas seguem com chances.

E ao final da noite desta sexta-feira (30), apenas uma terá a honra de levantar o troféu do evento promovido pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer.

A única certeza é que o certame terá um campeão inédito, já que Casa Nova/Roma/Duplanet e Rafiane nunca venceram a disputa, que completa 12 anos de história nesta temporada. A grande de decisão acontece às 20h, no ginásio do Sesi.

Os finalistas ainda não se cruzaram na edição 2018, mas prometem protagonizar uma grande final, já que possuem uma campanha irretocável até aqui. Em sete jogos disputados, foram sete vitórias para cada, um aproveitamento perfeito de 100%. Com isso, outros números acabam os diferenciando.

Casa Nova, de Luis Fernando, briga pelo título | Foto Lucas Pavin/Agência Avante!

Com uma base da Farintur, equipe campeã do ano passado, o Casa Nova tem o melhor ataque da competição, com 38 gols, e a melhor defesa, com 9, ao lado do Society Comim. Na primeira fase, o time foi líder da Chave F, passando no mata-mata por Amigos do Futsal, Internacional, Baumann e União, respectivamente.

“Esperamos um jogo muito difícil. É praticamente uma reedição de 2017, quando os principais jogadores deles (Rafiane) jogavam pelo Galácticos e nós com a Farintur. Com certeza será uma grande partida e quem estiver mais concentrado, dedicado, será o campeão. E nós estaremos preparados”, disse Leandro Dalprá, técnico do Casa Nova.

Do outro lado, o Rafiane aparece como segundo melhor ataque, com 32 tentos, e segunda melhor defesa, com 13, justamente atrás do adversário de logo mais. Em sua trajetória, a equipe fechou a Chave J na liderança, e depois despachou nas eliminatórias o Diratec, ADF, São Paulo e Society Comim.

“Acredito que será um jogo bastante disputado. As duas equipes tem elenco com jogadores de bastante qualidade e a nossa vem confiante no decorrer do campeonato. Vamos tentar impor uma marcação forte, aproveitando os contra ataques, para assim sairmos com o título do Peladão”, destacou Tarek, atleta do Rafiane.

Na preliminar da final, Society Comim e União brigam pelo terceiro lugar da categoria, em duelo marcado para às 19h. A entrada é franca para os dois confrontos. De momento, o Peladão apresenta uma média de 6 gols por jogo após um total de 436 tentos anotados em 72 partidas.

LEIA TAMBÉM: Atlético Unique e Panteras avançam à final do Peladão de futsal feminino

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?