Bicampeã do mundo e com trajetória de muito sucesso no futebol 7, Tânia Regina Pereira, mais conhecida como Taninha, vestirá a camisa de outro grande clube do Brasil.

Após pouco mais de um ano jogando pelo Vasco, a joinvilense agora vai defender o rival Flamengo.

Essa será a primeira equipe feminina do rubro-negro na modalidade, que realiza um grande sonho na carreira da pivô.

“Abracei a causa, esse projeto é imenso e estarei realizando um sonho de criança, que é defender meu time do coração”, destacou.

Foto: Divulgação/Flamengo Futebol 7

E Taninha já se prepara para grandes compromissos no novo time. Entre eles, o Mundial de Clubes, a Liga das Américas, Campeonato Carioca e Liga Fut7.

“Estamos tendo um apoio gigante do clube e prometemos muito comprometimento. Tudo que estão fazendo por nós será recompensado e graças ao presidente Cristian que acredita muito em todas. Devemos isso tudo a ele, que está investindo pesado em nós”, finalizou.

História no futebol 7

O Sem Maldade FC, de Joinville, foi o primeiro clube de Taninha na modalidade, disputando competições dentro e fora de Santa Catarina.

A adaptação à grama sintética foi tão rápida, que um ano depois, ela já recebia sua primeira convocação para seleção brasileira de futebol 7.

De lá para cá, já foram seis vezes que o nome da pivô apareceu na tão sonhada lista. Não só isso. Nesse período, ela acumula seis títulos pelo Brasil, sendo bicampeã do mundo, e das Copas América e das Nações.

Pivô com o troféu da Copa do Mundo | Foto: Divulgação

O talento fez a jogadora ser disputada por algumas equipes nacionais. Com a falta de apoio, o Sem Maldade encerrou seu projeto após três anos e Taninha acertou com o Avaí JR, onde logo ajudou o time catarinense a levantar a taça da Copa do Brasil de 2020.

Depois do título, o técnico Maicon juntamente com a esposa e presidente Micheli fecharam uma parceria com o Vasco da Gama e todo elenco do Avaí, - formado basicamente por atletas do sul do país -, passou a vestir as cores do cruzmaltino.

E a galeria de conquistas só aumentou. Em 2020, o Vasco da Gama/JR foi campeão do Carioca, Liga Nacional e vice da Liga das Américas, considerada uma Libertadores do Fut7, torneio no qual Taninha já havia conquistado em 2018 numa breve passagem pelo Figueirense.