As derrotas de Metropolitano e Brusque na noite desta quarta-feira (3), pela penúltima rodada da fase classificatória do Campeonato Catarinense, frustraram completamente as expectativas das equipes. O Metrô tinha a possibilidade de se livrar definitivamente do risco de queda para a Série B, mas sofreu um duro revés, por 2 a 0, fora de casa, para o até então lanterna Tubarão. Com a vitória, o time do Sul do estado saiu da zona de rebaixamento e empurrou os blumenauenses para a penúltima posição.

Já o Brusque, mesmo jogando em casa, no Estádio Augusto Bauer, não conseguiu fazer frente ao líder Avaí e foi goleado por 4 a 0. Com o resultado adverso, o empate do Marcílio Dias e a vitória do Criciúma, a equipe não tem mais chance de conquistar a quarta colocação e, consequentemente, uma vaga para a semifinal do estadual.

Na última rodada, marcada para o próximo domingo (7), Metropolitano e Brusque fazem o clássico do Vale Europeu no Estádio do Sesi, em Blumenau. O Metrô vai precisar vencer o jogo para tentar evitar o descenso, enquanto o Bruscão não tem mais ambição no campeonato e apenas cumprirá tabela.

Tubarão x Metropolitano

Em clima de decisão, o Estádio Domingos Gonzales recebeu 2.454 torcedores para o confronto que podia rebaixar o Tubarão e garantir o Metropolitano na Série A de 2020. Uma coisa é certa: os defensores do time blumenauense terão pesadelos com os atacantes Léo Tilica e Edu, que tiveram noite inspirada.

Desde o início da partida, o Tubarão conseguiu pressionar o Metrô, e com muita velocidade e precisão nos contra-ataques criou diversas oportunidades de gol. Logo aos 12 minutos, o endiabrado Léo Tilica abriu o placar. O lance teve origem num escanteio cobrado pelo Metropolitano. Após corte do goleiro Belliato, Roberto construiu bela jogada e deixou Tilica em ótima posição para chutar no canto e correr para abraçar seus companheiros.

Edu anotou o segundo gol e definiu o placar para o Tubarão | Foto Filipe de Andrade

O jogo era todo do time da casa. Mas, aos 34 minutos da etapa inicial, se não houvesse um milagre de Belliato, a história poderia ser outra. O goleiro defendeu três chutes seguidos à queima-roupa. Esta foi a melhor oportunidade do Metropolitano.

Na volta do intervalo, o Tubarão demorou apenas cinco minutos para ampliar a vantagem e definir o placar. Novamente em contra-ataque certeiro, Edu recebeu lançamento e em disparada, desde a metade do campo, deixou os zagueiros para trás e só tocou na saída de Fabian Volpi.

Brusque x Avaí

A partida começou com o Brusque retendo mais a bola e o Avaí, com uma escalação alternativa, conseguindo se defender com eficiência. O time do Vale Europeu era mais perigoso na partida, mas aos 30 minutos sofreu um grande castigo.

Após cobrança de falta pela direita, a bola sobrou para Brizuela que chutou no canto, fazendo o primeiro gol do jogo. O lance gerou muita reclamação dos brusquenses, que reclamaram de um impedimento de Igor Fernandes, porém a arbitragem alegou que o atleta não teve participação na jogada.

Mesmo fora de casa, o Avaí conseguiu vencer o Brusque com folga e manteve a liderança | Foto Lucas Gabriel Cardoso/BFC

Com a desvantagem no placar, o Brusque perdeu a concentração e deixou o Avaí tomar conta da partida. Aos 23 minutos do segundo tempo, Julinho ampliou, em grande cobrança de falta. Logo depois, a expulsão do volante Everton Dias deixou os mandantes com um jogador a menos, e a recuperação, que já era improvável, ficou praticamente impossível.

Aos 41, o atacante Getúlio fez o terceiro, e cinco minutos mais tarde, o artilheiro do catarinense, Daniel Amorim, anotou o quarto no jogo e o seu oitavo no campeonato.

18ª rodada

Domingo (7)

16h - Chapecoense x Avaí

16h - Metropolitano x Brusque

16h - Joinville x Tubarão

16h - Hercílio Luz x Criciúma

16h - Figueirense x Marcílio Dias

 Classificação

Times                        PG   J    V   SG   GP

1º) Avaí                       36    17    11   26  32

2º) Chapecoense    32    17    9     6   24

3º) Figueirense        32    17    8    10   22

4º) Criciúma             24    17    7    -1   14

5º) Marcílio Dias      24    17    6     3   17

6º) Brusque              20    17    5     -3   16

7º) Joinville               20    17   4    -3   16

8º) Tubarão               14    17    3    -9    15

9º) Metropolitano    13     17    3   -20  11

10º) Hercílio Luz         13    17    2   -9    19

Quer receber as notícias no WhatsApp?