O JEC/Krona lutou muito, mas teve que adiar o sonho de conquistar o título da Supercopa de Futsal. Depois de garantir a taça da Copa dos Campeões na semana passada ao vencer o Carlos Barbosa, o tricolor voltou à quadra na noite de sexta-feira (2), para enfrentar o Atlântico Erechim na semifinal da Supercopa, que acontece na cidade de Sorocaba (SP). Após empate em 2 a 2 no tempo normal, o time joinvilense acabou perdendo para os gaúchos na prorrogação por 3 a 1, e se despediu do torneio que dá ao campeão uma vaga na Libertadores. Quer receber as notícias do Jornal de Joinville pelo WhatsApp? Basta clicar aqui. O primeiro tempo teve boas chances para os dois lados, mas William pelo lado do Joinville, e Careca do Atlântico, fizeram grandes intervenções para manter o placar zerado até o intervalo. Os gols saíram somente no segundo tempo, que também foi marcado por muita tensão. Após expulsão de Bruno, o Atlântico aproveitou a vantagem numérica e saiu na frente com gol de Kleber. Na reta final, o goleiro Careca cometeu pênalti e foi expulso. Na cobrança, Eka parou em defesa de Ângelo. Mas logo depois, o camisa 12 se redimiu ao aproveitar chute cruzado de Thiaguinho e empatar a partida. O gol animou o JEC, que em menos de um minuto, conseguiu a virada com gol de Bruninho, em tiro-livre direto. Porém, restando três minutos para o apito final, a lei do ex resolveu aparecer na Arena Sorocaba. Atleta do Joinville no ano passado, Jé aproveitou rebote e, de cabeça, deixou tudo igual. Com isso, o confronto foi para a prorrogação, onde os gáuchos largaram na frente com gol de Selbach. Ainda na etapa inicial, Bruninho empatou em novo tiro-livre. Já no segundo tempo, o Atlântico foi cirúrgico e chegou a vitória com um golaço de Jé e outro de Cabreúva. Com a derrota, o Joinville vai disputar o terceiro lugar contra o Horizonte, às 9h deste domingo (4). Mais tarde, ocorre a disputa do título entre Atlântico e Sorocaba, às 11h. *Com informações de Lucas Pavin, da Rede OCP News