Meia da seleção alemã e do Bayern de Munique, Thomas Müller e sua esposa Lisa Müller são alvos de acusação envolvendo crueldade contra animais.

Segundo o jornal inglês "The Sun", organização alemã PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais) denunciou o casal por supostamente forçar seus cavalos a terem relações sexuais não naturais.

O objetivo era obter o maior número de doses de sêmen do animal, que pode custar até 200 euros cada (aproximadamente R$ 1,1 mil reais) no mercado.

Polêmica começou envolvendo lesão de um dos cavalos do casal | Foto: Reprodução/Instagram

A polêmica iniciou após uma lesão de um dos cavalos do casal, que justificou o ferimento dizendo que o animal teria escorregado e caído de lado.

Porém, a porta-voz da PETA, Jana Hoger, afirma que a lesão aconteceu pelas práticas sexuais excessivas e forçadas por Thomas e Lisa.

Essa é a segunda polêmica envolvendo um jogador de futebol por maus-tratos a animais. Na última semana, o zagueiro Kurt Zouma, do West Ham, da Inglaterra, foi flagrado agredindo seus gatos de estimação.