O jogo entre Gimnasia e Boca Juniors, pelo Campeonato Argentino, terminou em tragédia. Logo aos 9 minutos, a partida foi paralisada após uma briga fora do estádio envolvendo integrantes da torcida local de La Plata.

A polícia buscou reprimir as ações com gás lacrimogêneo e balas de borracha. Porém, um torcedor de 57 anos sofreu um ataque cardíaco e acabou morrendo.

A confusão começou antes mesmo do início da partida por conta da superlotação do estádio, que tem capacidade para 21.500 pessoas.

Com portões fechados, vários torcedores do Gimnasia, inclusive com ingresso em mãos, começaram um confronto com sócios do clube e os policiais precisaram intervir.

Mas a grande quantidade de gás lacrimogêneo utilizada acabou chegando ao interior do estádio, afetando elencos, equipe de arbitragem e torcidas. Com isso, o árbitro Hernán Mastrángelo paralisou a partida e os times foram para os vestiários.

Parte dos torcedores que estavam nas arquibancadas invadiram o gramado na tentativa de “escapar” do gás, sendo que alguns precisaram de atendimento e foram socorridos no local, mas um deles não resistiu e faleceu pouco depois no hospital.