A notícia tão aguardada pelo torcedor do Jaraguá Fakini Futsal saiu na noite de terça-feira (14): o Governo de Santa Catarina liberou a presença de público em jogos de futsal e demais eventos esportivos no Estado.

Com isso, o Aurinegro voltará a ter o apoio da torcida após 18 meses, sendo que o reencontro será logo na disputa pelo título da Copa do Brasil, contra o Ceará, no dia 26 de setembro, na Arena.

“O torcedor traz a vibração e contagia ainda mais os atletas em quadra. É um momento oportuno, porque tivemos uma redução significativa da pandemia e será um momento de muita emoção. As pessoas estão carentes desse tipo de participação que o esporte traz e vai ser importante para todo mundo”, destacou o presidente Flávio Sartori.

A diretoria vai se reunir ainda nesta semana com o secretário de Saúde, Alceu Moretti, e a secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Natália Lúcia Petry, para elaboração do protocolo sanitário.

O município deve adotar as mesmas regras do governo estadual, mas com alguns incrementos para esse retorno.

O próprio clube também já criou um “Comitê Covid” para discutir todos os apontamentos do decreto e estabelecer seu protocolo de segurança.

Entre as principais normas, estarão a obrigatoriedade de vacinação completa ou teste negativo, distanciamento social de 1,5m entre os assentos e uso de máscara.

Além disso, uma equipe de fiscais será contratada para orientar os torcedores antes e durante as partidas.

“Vamos orientar, mas precisamos do bom senso de cada torcedor. Ainda não vivemos um momento de relaxamento e temos que seguir o protocolo à risca. Mas Jaraguá do Sul por ser uma cidade ordeira e de valores, não tenho dúvida que vamos apresentar um belíssimo espetáculo, que servirá como evento-teste para os demais esportes”, declarou Sartori.

Número e venda de ingressos

A venda de ingressos para a final entre Jaraguá e Ceará só irá acontecer após a autorização do município, mas a ideia é iniciar a comercialização a partir da próxima terça (21) ou quarta-feira (22).

O clube trabalha com um parceiro para fazer a venda digital por meio de um aplicativo, que já é utilizado pelos sócios-torcedores.

Outra forma de compra será em poucos pontos da cidade. A loja Sport Mais, a faculdade Unisociesc e mais um ou dois locais, no máximo, serão disponibilizados.

E a comercialização será feita por lotes, mais precisamente cinco ao todo. O primeiro com 250 entradas por um valor simbólico, que ainda não foi definido, e depois de forma escalonada até chegar ao limite máximo de 2.500 pessoas, o que dá 30% da capacidade da Arena

Não haverá venda de ingressos no dia jogo.