Buscando auxiliar as autoridades de saúde nos estudos do coronavírus, a CBF pretende fazer testes em jogadores e estafe de 180 clubes das Séries A e D do Brasileirão masculino e 52 do feminino.

Os médicos de cada equipe vão preencher formulário e enviar resultados para serem compartilhados com o Ministério da Saúde.

Além da identificação da Covid-19, a iniciativa serve como estudo de prevalência setorial, ou seja, formar base epidemiológica de um pequeno grupo determinado, uma análise do perfil dentro de grupo de atleta.

A medida chega como precaução no contato com o vírus, já que ainda há dúvidas sobre o comportamento do mesmo sobre à reinfecção de uma pessoa anteriormente infectada e outras questões sobre a aquisição e custos de testes para coronavírus.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger