Uma cena pra lá de inusitada foi registrada nesta segunda-feira (15), na primeira fase da Copa do Brasil Sub-20.

Pouco antes de entrar em campo, a Perilima, da Paraíba, divulgou que sete jogadores foram contaminados pelo novo coronavírus e a equipe precisou enfrentar o tradicional Bahia com apenas oito atletas e o volante Lyedson improvisado no gol.

Na linha, haviam dois zagueiros, um lateral-esquerdo, três meias e um atacante. O banco estava vazio. Até o técnico Dinho foi desfalque após sentir febre e ser tirado do jogo por precaução.

Mesmo com tanto desfalque, o time paraibano surpreendeu e até chegou a abrir o placar, no Estádio Amigão, em Campina Grande.

Mas não aguentou por muito tempo e levou a virada por 4 a 1 ainda no primeiro tempo. Para piorar, dois jogadores se machucaram antes do intervalo.

Com número insuficiente de jogadores em campo, o confronto foi encerrado e a Perilima acabou sendo eliminada da competição nacional.

O clube da Paraíba tentou adiar a partida, mas a CBF não acatou o pedido.