O Brasil está entre as quatro melhores seleções de vôlei feminino nas Olimpíadas de Tóquio. E muito por conta da atuação de uma catarinense.

Natural de Nova Trento, Rosamaria foi o destaque da vitória brasileira sobre o Comitê Olímpico Russo por 3 sets a 1, parciais de 23/25, 25/21, 25/19 e 25/22, na manhã desta quarta-feira (4).

Após início ruim e derrota no primeiro set, o técnico José Roberto Guimarães lançou a oposta, que marcou pontos decisivos e demonstrou muita raça, contagiando o restante da equipe para chegar a virada no placar.

Em entrevista ao ge, o pai da atleta, Roque Montibeller, afirmou que a filha fez a melhor partida na carreira.

“Foi um grande jogo. Acho que hoje minha filha se consagrou. A gente estava esperando essa explosão. Estamos muito contentes pela ascensão da Rosamaria. Ela se consagrou. Para você substituir uma Tandara e fazer o que ela fez hoje… foi a consolidação da Rosamaria como jogadora de vôlei em nível mundial. Certamente o melhor jogo dela. Outros estão por vir, claro, mas esse tem um significado especial”, disse.

Jogadora do Casalmaggiore, da Itália, e vivendo sua primeira experiência em Jogos Olímpicos, Rosamaria passa a ser peça fundamental para o Brasil na busca pelo ouro.

Na próxima sexta-feira (6), em horário ainda a ser definido, a seleção encara a Coreia do Sul por uma vaga na decisão.