Em entrevista nesta quinta-feira (21), o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, declarou que não há plano B para os Jogos de Tóquio e reafirmou seu compromisso de realizar o evento poliesportivo em 2021.

No próximo sábado (23), terão se passado seis meses desde a data original de início da Olimpíada, que foi adiada por conta da pandemia do novo coronavírus e remarcada para começar em 23 de julho deste ano.

Apesar do apoio público minguante e de uma disparada de casos da doença em todo o mundo, os organizadores insistem que os Jogos acontecerão.

“Não temos, neste momento, nenhuma razão para acreditar que os Jogos Olímpicos de Tóquio não começarão em 23 de julho no Estádio Olímpico de Tóquio”, disse Bach. “É por isso que não existe um plano B, e é por isso que estamos totalmente comprometidos a tornar estes Jogos seguros e bem-sucedidos” acrescentou.

*Fonte: Agência Brasil