Além da honra em ser medalhista olímpico, os atletas brasileiros que subiram ao pódio nos Jogos de Tóquio vão receber um bônus do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

A entidade vai pagar R$ 4,6 milhões para os laureados e conforme a cor da medalha. O ouro vale R$ 250 mil para esportes individuais, R$ 500 mil para times com até seis integrantes e R$ 750 mil para equipes com sete ou mais.

A prata tem prêmios entre R$ 150 mil e R$ 450 mil, e o bronze vai de R$ 100 mil a R$ 300 mil.

Ouro no salto e prata no individual geral da ginástica, Rebeca Andrade será a atleta com maior remuneração (R$ 400 mil).

Os valores são maiores do que o pago pelo COB nas Olimpíadas Rio 2016 quando a premiação era de R$ 35 mil.

O Time Brasil fechou o evento neste domingo (8), com 21 medalhas no total - sete ouros, seis pratas e oito bronzes -, que resultaram no 12º lugar no quadro de medalhas, a melhor posição da história do país.

Veja os medalhistas brasileiros e quanto cada um vai receber: